Juventude

MARIELLE FRANCO

Estudantes de Geografia da UERJ vão paralisar dia 14/3 por justiça para Marielle

Reproduzimos a nota do Centro Acadêmico Josué de Castro da Geografia UERJ (CAGEO)

quarta-feira 13 de março| Edição do dia

Nós, estudantes de Geografia da UERJ vamos paralisar dia 14/3/19 por justiça para Marielle!

Em reunião deliberativa ocorrida dia 11/03/19, os estudantes do curso de Geografia da UERJ resolveram paralisar no dia 14 de março para exigir justiça à Marielle Franco. Ela, vereadora cujo assassinato completará 1 ano neste dia, segue com as investigações ainda inconclusas e inúmeras perguntas não respondidas por parte do Estado e de seus representantes.

Não esquecemos Marielle e seu motorista Anderson, que também foi vítima junto à vereadora do PSOL, cujo o caso deve completar 1 ano e que agora, após um ano de vagas notícias, que foram presos dois policiais (um deles saindo em fotos com Bolsonaro).

Precisamos construir uma forte mobilização pra responder “QUEM MANDOU MATAR MARIELLE?” e que imponha ao Estado uma investigação independente.

No chamado à reunião, nós do Centro Acadêmico Josué de Castro afirmávamos: “Marielle era uma voz incansável contra a violência policial que assassina a juventude negra e pobre e estava responsável por fiscalizar a Intervenção Federal, decretada por Temer em 2018, que aumentou em 33% das mortes em relação ao mesmo período do ano anterior. Para nós essa data não deve ser levada apenas para marcar no calendário, nem tão somente a justa prestação de homenagens, mas de também cobrar exigências do desfecho e responsabilidade sobre o caso. “

Leia a nota completa do CAGEO aqui

Dezenas de calouros compõem a comissão de mobilização para construir a paralisação do dia 14. Neste dia, na concentração que convocamos, será exibido o documentário “Marielle Franco – A voz que continua encoando”, e a partir desta concentração, iremos juntos para o ato político e cultural que ocorrerá a partir das 16h no dia 14. Veja aqui o evento do “Festival Justiça por Marielle e Anderson”.

A paralisação foi também aprovada pelo Conselho Departamental do curso da Geografia.

Link do chamado

O CAGEO, que atendeu ao chamado feito pelo Centro Acadêmico de Serviço Social da UERJ - CASS para se somar à paralisação, chama o Diretório Central dos Estudantes e todos os Centros Acadêmicos da UERJ e de outras Universidades do Rio a apoiar ativamente as paralisações que ocorrerão neste dia como a dos estudantes de Geografia e dos estudantes de Serviço Social da UERJ, e a participar em seus cursos da construção deste dia para exigir o esclarecimento definitivo do assassinato de Marielle Anderson. Chamamos também a ASDUERJ (Associação dos Docentes da UERJ) e o SINTUPERJ(Sindicato dos Técnicos da UERJ) cumpririam um importante papel apoiando a paralisação e mobilizando professores e servidores para a construção deste dia. As entidades estudantis e sindicatos deveriam organizar nacionalmente paralisações em locais de trabalho e estudos e atos de rua para que com a mobilização independente possamos dar justiça à Marielle e Anderson!

Veja o evento da paralisação dos estudantes da Geografia: https://www.facebook.com/events/2266252296773339/




Tópicos relacionados

1 ANO SEM MARIELLE   /    Marielle Franco   /    Rio de Janeiro   /    Juventude

Comentários

Comentar