Política

COMITÊS DE BASE CONTRA BOLSONARO

Estudantes da PUC-SP aprovam a criação de comitê de base contra Bolsonaro

A assembleia geral dos estudantes da PUC-SP, realizada na última quarta-feira (17), aprovou a criação de um comitê de base contra Bolsonaro e a extrema-direita. A primeira reunião do comitê acontecerá na terça-feira, 23 de outubro, às 18h.

terça-feira 23 de outubro| Edição do dia

A necessidade do comitê de base foi ressaltada por militantes do MRT e também por outros estudantes. Bolsonaro é herdeiro da ditadura militar e diz que vai acabar com o ativismo no Brasil e tipificar as ações do MST e outros movimentos sociais como terrorismo. A continuidade da luta contra o novo estatuto está atravessada por sua campanha, que tem incitado a violência seus opositores, especialmente mulheres, negros e LGBTs, o que põe na ordem do dia, inclusive, a auto-defesa dos estudantes que lutam.

Nós, do MRT, acompanhamos todos os trabalhadores e jovens que querem expressar nas urnas seu ódio à essa extrema-direita misógina, escravocrata, LGBTfóbica, ultra-neoliberal, anti-operária e anticomunista que Bolsonaro representa, votando criticamente em Haddad. Ao mesmo tempo, alertamos que é impotente a estratégia eleitoreira do PT e do PCdoB, que paralisa as entidades sindicais e estudantis como a CUT, a CTB e a UNE, e que Bolsonaro só será derrotado quando trouxermos esse ódio para o único terreno em que podemos vencer: a luta de classes, com atos de rua, paralisações, ocupações e greves, e com um programa para que os capitalistas paguem pela crise.

O comitê de base que propomos não é uma comissão executiva, e sim uma forma de auto-organização dos estudantes, que deve ser ampla e democrática, aberta a todas e todos, de maneira que os estudantes independentes sejam sujeitos protagonistas e possam decidir os rumos da mobilização tanto quanto os que já militam em partidos políticos, etc. É responsabilidade dos centros acadêmicos divulgar amplamente as reuniões do comitê de base, para que estas sejam cada vez mais massivas. Chamamos todas/os estudantes da PUC-SP a tomarem em suas próprias mãos a luta contra a extrema-direita.




Tópicos relacionados

Comitês contra Bolsonaro   /    PUC-SP   /    Bolsonaro   /    São Paulo (capital)   /    Política

Comentários

Comentar