Juventude

SOLIDARIEDADE

Estudantes da Letras USP apoiam os trabalhadores da Mecano Fabril

sexta-feira 19 de fevereiro de 2016| Edição do dia

Estudantes de Letras representantes do Centro Acadêmico do curso (CAELL) foram à Mecano Fabril, autopeças no centro de Osasco, levar solidariedade à greve dos trabalhadores, que estão há três meses sem receber salários.

A assembleia que estava marcada para a manhã desta terça-feira (16) não ocorreu, pois a patronal não apresentou nenhuma proposta de negociação aos trabalhadores, que já completam 13 dias em greve. O patrão, que está viajando, afirma não ter dinheiro para pagar os direitos dos funcionários, porém, trata-se de mais um membro da elite latifundiária do país.

Barbara, diretora do CAELL, chamou os estudantes a se solidarizarem com os trabalhadores em luta e disse que "colocar a entidade a serviço das lutas é o nosso objetivo enquanto CAELL. Nós queremos prestar total solidariedade a esses trabalhadores e nos colocar lado a lado na luta, mostrando que os estudantes de Letras se importam com essas famílias e não vamos deixar elas irem para rua! Os trabalhadores reunidos na porta da fábrica agradeceram o nosso apoio como estudantes da USP. Ouvir o agradecimento dessas pessoas que hoje carregam meus sonhos em seus ombros me renova as convicções e reafirma a necessidade da luta!"

Segundo Nelson Neto, diretor do CAELL, impedir que os trabalhadores percam seus empregos é também lutar pelo direito ao futuro: "O único direito sério que temos nesse mundo é o de sermos explorados. Além da irracionalidade do desperdício de mão-de-obra disponível em um país tão atrasado e com tanto por ser feito, há trabalhadores produtivos e experientes, com 20 anos na fábrica, sem ter como se recolocar no mercado. O que será de suas famílias? Se o lucro do patrão não é compatível com a sobrevivência dos trabalhadores, ou as necessidades da produção, o problema a ser resolvido é precisamente a existência do lucro!"

Os passos futuros desta greve serão discutidos entre os estudantes da Letras visando transformar esse apoio político em força material.




Tópicos relacionados

Caell   /    Greve na Mecano Fabril   /    São Paulo (capital)   /    Juventude

Comentários

Comentar