Política

WILSON WITZEL

"Estamos combatendo" a milícia, diz Witzel

Após desabamento de prédio irregular no Muzema, bairro da capital do estado do Rio, governador minimiza a o problema da milícia e diz que "está combatendo o problema"

quinta-feira 18 de abril| Edição do dia

Nos últimos dias, a população carioca ficou chocada com o desabamento de dois prédios na Muzema, bairro na zona oeste carioca. Após a tragédia se descobriu que os prédios eram construções irregulares financiadas pela milícia.

O caso é apenas mais uma das bárbaries causadas pela milícia com que o povo carioca tem de conviver. Recentemente o bairro da Praça Seca vem sofrendo com disputas de territórios pela milícia, sendo registrados tiroteios na estação de BRT. Além disso, o suspeito pela morte de Marielle integrava um grupo de milícia.

Apesar de tudo isso, o governador do Rio afirma hipocritamente que:

Eu não acredito que a milícia seja a principal chaga do estado. Ela é uma organização criminosa e estamos combatendo.

A declaração, que soa como piada para a maior parte dos cariocas, mostra justamente a incapacidade do Estado de combater as milícias, visto inclusive as imensas relações que guarda com esta.

Por isso é necessário o amplo repúdio as milícias e ao governo Witzel, junto com as mortes policiais. Nesse marco, se faz necessário batalhar por justiça Marielle, lutando por uma investigação independente do Estado!




Tópicos relacionados

Wilson Witzel   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar