Teoria

RECIFE

Esquerda Diário participa do IX Encontro de Grupos de Estudos e Pesquisas Marxistas em Recife

Entre os dias 21 e 23 de novembro o Esquerda Diário participará do IX Encontro de Grupos de Estudos e Pesquisas Marxistas (EPMARX), que em sua nona edição terá como temática “100 anos da Revolução Russa” e será sediado na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

domingo 19 de novembro| Edição do dia

O Encontro de Grupos de Estudos e Pesquisas Marxistas (EPMARX), que é o principal evento dos grupos de pesquisa marxistas do nordeste, foi criado em 2008 pelo Grupo de Estudos e Pesquisas Marxistas (GEPMARX) da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), com o objetivo de intercambiar estudos e pesquisas vinculados à tradição marxista.

Nessa edição se propõe debater os 100 anos da Revolução Russa, a maior revolução na história da humanidade em termos políticos, num contexto de crise orgânica do capitalismo mundial e na América Latina no marco de um fim de ciclo de um conjunto de governos denominados “pós-neoliberais” e um giro à direita na superestrutura política da América Latina. No Brasil em particular no marco do golpe institucional de Temer e os ataques sistemáticos a classe trabalhadora por parte deste governo numa situação política reacionária.

Dentre os membros que fazem parte do Staff da Rede Internacional de Jornais Esquerda Diário, destaca-se a presença de Iuri Tonelo, Sociólogo da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) no estado de São Paulo (SP), Editor da Revista Ideias de Esquerda e do Movimento Revolucionário dos Trabalhadores (MRT), que participará da mesa temática de abertura intitulada “Cem anos da Revolução Russa: balanço histórico” na terça-feira 21 de novembro ás 19 horas no Auditório CCSA junto com Mauro Iasi, Professor da Universidade Federal de Rio de Janeiro (UFRJ).

Além disso, contaremos com a participação do próprio Iuri Tonelo que junto com André Barbieri, Cientista Político pela Unicamp e Mestrando do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Rio Grande do Norte (PPGCS-UFRN), coordenarão o Minicurso intitulado “Lições de Outubro: ensinamentos estratégicos da revolução russa para o século XXI”. Será na quarta-feira, 22 de novembro, de 08:00 h até as 12:00 h.

O minicurso tem essencialmente dois intuitos: de um lado, discutir as particularidades do que compõem as três revoluções russas: a de 1905, a de fevereiro de 1917 e a de outubro de 1917, especialmente a chamada insurreição de outubro. Para tanto, abordarão o contexto histórico que envolve a crise econômica e a guerra mundial, mas também refletir os debates de estratégia que os processos da revolução russa incitaram na socialdemocracia internacional, que deixam importantes lições para a reflexão da revolução internacional e a questão do comunismo. A partir daí, ligarão essas lições com a atualidade, pensando a revolução em perspectiva crítica ao fenômeno do stalinismo, a emergência do proletariado no contexto de crise internacional do capitalismo atual, os debates de estratégia na esquerda e a necessidade de reabilitar a perspectiva comunista à luz dos desafios do século XXI. O conjunto dos Minicurso aparecem neste link: https://epmarx2017.wordpress.com/2017/06/15/minicursos/

Também participarão membros do Esquerda Diário Nordeste e do MRT em diferentes atividades, como por exemplo Marie Castañeda de Natal (RN), que na terça-feira, 21 de novembro, ás 14 h, participará de uma mesa debate sobre Juventude e Revolução como integrante da agrupação juvenil Faísca – Anticapitalista e Revolucionária, integrada por MRT e independentes, no Auditório do CCSA.

Em relação aos Grupos de Trabalho (GT) Janaina Freire dos Santos Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Campina Grande (PPGCS/UFCG) e Shimenny Wanderley, mestranda no mesmo Programa, coordenaram junto com Nivalter Aires dos Santos, Doutorando do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal de Rio Grande do Norte (PPGCS-UFRN) (todos do staff de Esquerda Diário) o Grupo de Trabalho 05: Estado e Luta de Classes na América Latina, impulsionado por PRAXIS. Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Estado e Luta de Classes na América Latina. A ementa do GT aparece no seguinte link: https://epmarx2017.files.wordpress.com/2017/06/gt-05-estado-e-luta-de-classes-na-amc3a9rica-latina.pdf

Neste GT em particular, o já mencionado André Barbieri apresentará um trabalho intitulado: “Fim de ciclo dos governos “pós-neoliberais” na América Latina O caso do PT no Brasil de 2013 ao golpe institucional”, Janaina Freire dos Santos outro: “Infraestrutura e Integração na América Latina: Uma nova reconfiguração territorial em curso ?”, Nivalter Aires dos Santos um trabalho: “O Método da economia política: elementos para investigação da questão regional no marxismo” e Shimenny Wanderley e Gonzalo Rojas também do staff de ED e do MRT um trabalho sobre “O parlamentarismo revolucionário na luta de classes na Argentina (2013-2017). O caso do Partido de Trabajadores Socialistas na Frente de Izquierda y los Trabajadores”.

Os GT acontecerão na quarta-feira, 22 de novembro, entre ás 14 e ás 17 horas e o conjunto dos Grupos de Trabalho onde encontraremos também outros GT promovidos por PRAXIS e os demais grupos de pesquisas marxistas encontramos neste link: https://epmarx2017.wordpress.com/2017/06/15/grupos-de-trabalhos/
Por fim, Shimenny Wanderley estará coordenando a mesa de encerramento do evento “A Revolução na Atualidade” na quinta-feira, 23 de novembro, ás 19 h., no Auditório CCSA.

Para ver a programação completa do IX EPMARX remetemos ao seguinte site: https://epmarx2017.wordpress.com/2017/06/15/programacao/

Depois do sucesso da atividade Feminismo e Marxismo com Diana Assunção no Nordeste, estas atividades que se propôs o Esquerda Diário em um evento tão importante para os estudos e pesquisas marxistas, tem como objetivo fortalecer a ideia da construção de um partido revolucionário da classe trabalhadora no Brasil, que supere a trágica experiência da conciliação de classes do PT (que abriu o caminho para a direita golpista), para enfrentar consequentemente a direita e os empresários, para combater verdadeiramente o capitalismo, assimilando o melhor que deu a estratégia revolucionária do século XX.

Durante todo o evento também divulgaremos o número 3 da Revista Ideias de Esquerda que tem um dossiê sobre 100 anos da Revolução Russa. Para ver o conteúdo deste número, clique aqui:

Além disto é uma oportunidade de intercambiar ideias e discussões que permeiam à tradição marxista, também se mostra como uma forma de dar visibilidade à proposta do Jornal, ainda em tempos de conjuntura do golpe com as políticas de austeridade que atingem diretamente a classe trabalhadora para uma intervenção estratégica na luta de classes.




Tópicos relacionados

100 anos da Revolução Russa   /    Teoria

Comentários

Comentar