DOSSIÊ DOS ANTIFA

Espião de Trump, Eduardo Bolsonaro entrega dossiê de antifascistas para embaixada dos EUA

O deputado Douglas Garcia (PSL), após produzir e divulgar o absurdo dossiê com dados pessoais de pessoas contra o reacionário e assassino governo Bolsonaro, declarou através de sua advogada, não ser o responsável por enviar o tal dossiê, à embaixada dos EUA.

terça-feira 11 de agosto| Edição do dia

O dossiê que foi divulgado no mês de junho em meio ao levante negro mundial e o fortalecimento dos setores declarados antifascistas, o documento com cerca de 600 nomes, contem foto, endereço, número de documentos, endereços e até placa de carro de pessoas que se declaram contra o assassino governo Bolsonaro.

Veja mais: Douglas Garcia (PSL) persegue esquerda e divulga dossiê com dados de opositores do governo

O deputado Douglas Garcia respondendo a um processo na Justiça de São Paulo, no qual foi condenado a pagar uma indenização de 20 ml reais em um dos processos por conta da exposição com esse dossiê, declarou não ser responsável por enviar o dossiê à embaixada, dizendo que fi Eduardo Bolsonaro o responsável.

A divulgação da informação teve repercussão nas redes sociais e posts irônicos de Douglas e Eduardo Bolsonaro.

Foto: Reprodução

Enquanto esses deputados fazem chacota nas redes sociais, diante desse absurdo ato, antidemocrático que beira a ações da ditadura militar, já ultrapassamos os 100 mil mortos pela COVID-19, enquanto se preocupam com quem é contra esse governo, racista, machista, lgbtfóbico e enaltecedor da ditadura, suas torturas e assassinatos, nos colocam na mira de setores de extrema-direita e deixam a população trabalhadora a beira da miséria e morrendo não só por falta de questões sanitárias mas pela própria qualidade de vida.

É de fato rídiculo que em meio a enorme crise que se encontra o país, diante da pademia, dos ataques a classe trabalhadora, de colocar nossas vidas como moeda de troca para manter os lucros capitalistas, esses senhores utilizem seu tempo preparando dossiês e fazendo chacotas nas redes sociais.

A cada dia se escancara mais o descaso do governo Bolsonaro com as nossas vidas, se encancara mais que apesar das diferenças entre os diversos setores da burguesia esses se unem para os atacar, como vemos nas votações das MPs de Bolsonaro, que reduz nossos salários, nossos direitos e aumenta a precarização de nossos empregos, na própria reforma da previdencia ou na irresponsável reabertura dos comércios.

Fica mais claro que somente nós, a classe trabalhadora que pode dar uma resposta a crise que não priorize dos lucros e sim a vida. Somente nossa classe organizada poderá impor o fora Bolsonaro, Mourão e militares, sem nenhuma confiança nos governadores, golpistas e no STF. Impor uma saída que nos permita decidir sobre nossas vidas, que nos permita enfrentar a pandemia de forma consciente e não visando o lucro. Que não faltem EPIs, que o auxílio emergencial seja de 2 mil reais, um valor mínimo para a sobrevivencia, que se disponibilizem testes. Apenas nossa classe organizada pode dar essa saída, pois é com as nossas vidas que esses senhores jogam diariamente para através da exploração manter seus lucros e privilégios.

Pode te interessar: Governo Bolsonaro faz dossiê para espionar servidores opositores, como na ditadura




Comentários

Comentar