Sociedade

SANTA CATARINA

Escória de direita espalha cartazes racistas e lgbtfobicos por Blumenau

terça-feira 24 de outubro| Edição do dia

Está sendo investigado na cidade de Blumenau, em Santa Catarina, uma nova leva de cartazes colados nos postes e pontos de ônibus da cidade com mensagens racistas, lgbtfobicas e machistas.

São pelo menos 10 cartazes com mensagens de ódio pelo centro da cidade e no bairro de Ponte Aguda uma suástica (símbolo nazista) foi pichado. Acredita-se que os cartazes foram colados neste domingo passado (22) e estão assinados com o nome de um grupo de neonazistas ucranianos.

Os cartazes exaltam a supremacia branca, ameaçando negros, homossexuais, praticantes de religiões de matrizes africanas, utilizando-se de símbolos da Kun Klux Klan, um grupo racista que perseguia e assassinava a comunidade negra nos Estados Unidos. Há também um forte ataque contra a esquerda como ameaças a comunistas e anti facistas.

Nos Estados Unidos, um grupo que se auto-declarava nazista, lgbtfobicos, machistas e que também levantaram o símbolo da Kun Klux Klan, fizeram um protesto que foi apoiado, no Brasil, pelo MBL e figuras como Jair Bolsonaro. A direita se mobiliza para atacar pobres, negros, mulheres e LGBTs. É preciso que a juventude e os trabalhadores se organizem para dar para a direita uma resposta diante de seus ataques.

Mas esta organização deve não se limitar a um aspecto "antidireita": deve se fazer carne numa estratégia anticapitalista, baseada nos trabalhadores em aliança com as mulheres, os negros e a população LGBT, única força social capaz de combater firmemente os conservadores, racistas e reacionários, questionando esse sistema que produz e reproduz essas aberrações direitistas.




Tópicos relacionados

Homofobia e Transfobia   /    Sociedade   /    Racismo

Comentários

Comentar