GREVE DOS PROFESSORES NO RS

Escolas de Canoas em greve realizam ato contra Sartori

Enquanto a greve dos professores segue crescendo no RS, também cresce o apoio popular à luta dos trabalhadores da educação contra Sartori. Nessa manhã mais um ato importante, dessa vez em Canoas, demonstrou a disposição de luta da categoria e o apoio, cada vez mais crescente, da população.

sexta-feira 22 de setembro| Edição do dia

Nessa sexta-feira, 22, as escolas Carlos Chagas, André Poente e Rondon, de Canoas, região metropolitana de Porto Alegre, realizaram uma série de manifestações contra os ataques de Sartori (PMDB). O governador, que segue de licença por stress em um luxuoso resort, pago com os recursos do estado, continua se recusando a dialogar com a categoria, à qual pagou míseros 350 reais no último mês.

As manifestações se concentraram sobre as passarelas da movimentada BR 116, rodovia que interliga a Capital ao eixo metropolitano do Vale dos Sinos. Se as manifestações anteriores da categoria, como a da última terça-feira, deixam claro o grande e crescente apoio popular que está ocorrendo em torno da luta dos trabalhadores da educação do RS, nesse caso não foi diferente. Ao longo da manhã inúmeras demonstrações de apoio foram dadas à categoria, com buzinaços pela rodovia e incentivo de grande parte das pessoas que transitavam no local.

É importante ressaltar também o grande apoio dado pelos estudantes. A juventude mais uma vez se fez presente de maneira importante, assim como na terça-feira na capital ou na segunda-feira, em Caxias do Sul, quando bairros operários organizaram manifestações de apoio à greve. O ato de hoje deixou claro, mais uma vez, que há sim grande apoio popular à greve dos professores contra Sartori, e que, ao contrário do que diz a mídia tradicional do estado, a greve vem ganhando força cada vez maior, bem como cada vez mais apoio da população.

O CPERS está chamando um ato unificado para o dia 29, sexta-feira, após a assembleia da categoria. Nós, do Esquerda Diário, defendemos queé necessário que esse ato seja construído com o máximo de força possível, para que todo esse apoio popular se traduza em uma forte mobilização da categoria, sendo possível assim dar um importante passo em direção à vitória sobre Sartori.




Tópicos relacionados

Rio Grande do Sul   /    Sartori   /    Greve Professores RS   /    Greve   /    Educação   /    Crise gaúcha

Comentários

Comentar