Escandaloso: Carlos Bolsonaro faz "piada" execrável sobre dizimar trabalhadores da CUT

O asqueroso Carlos Bolsonaro, filho do reacionário Jair Bolsonaro, faz abertamente apologia a dizimar membros da CUT, central sindical que representa milhões de trabalhadores e é dirigida pelo PT.

segunda-feira 15 de outubro| Edição do dia

Recentemente este execrável direitoso já esteve no centro de denúncias e gerou muita revolta nas redes sociais após publicar imagem em seu Instagram pessoal fazendo campanha à tortura contra os LGBTs que aderem ao movimento #EleNão. Dessa vez, o fascistoide ameaça dizimar os milhões de trabalhadores filiados na CUT, dirigida pelo PT.

Para Carlos, seu pai e toda essa corja nojenta e anti-trabalhador, o movimento sindical no Brasil e assim como todo movimento e ativismo político deve ser extinguido, dizimado!

É completamente inaceitável uma grotesca afirmação como essa. O direito à sindicalização é um dos poucos direitos políticos que os trabalhadores possuem hoje para além do voto, e justamente foi um direito conquistado sob inúmeras torturas e mortes na ditadura militar. Ainda que hoje os sindicatos sejam engessados e burocratizados pelas suas direções - como o Esquerda Diário aponta desde seu surgimento - e estejam há anos nessa situação, é necessário que os trabalhadores retomem-nos em suas mãos, superando suas direções e fazendo com que de fato funcionem enquanto ferramenta dos trabalhadores para conquistas de suas demandas. Defender dizimá-los é se embandeirar de um programa de cunho fascista que quer acabar com os trabalhadores e suas ferramentas de auto-organização.

Isso é uma grave ameaça aos trabalhadores e já mostra como Bolsonaro e seus ministros irão tratar os trabalhadores no Brasil.

A CUT não pode ouvir isso e ficar calada! Ao lado da CTB deve chamar imediatamente em todos os locais de trabalho a criação de comitês contra o Bolsonaro, contra a extrema-direita e os golpistas, fazendo erguer a força anti-Bolsonaro que já existe em milhões de trabalhadores e trabalhadoras que não querem ver ainda mais direitos sendo escorridos pelo ralo.

Essa corja nojenta deve ter derrubada com a organização dos trabalhadores ao lado de cada setor oprimido que está sendo ameaçado pela extrema-direita.
Nós não vamos permitir!




Tópicos relacionados

Bolsonaro   /    CUT   /    Movimento Operário

Comentários

Comentar