Política

Escândalos de Magno Malta são apagados da Wikipédia com computador do Senado

quinta-feira 1º de setembro| Edição do dia

A rede de computadores do Senado foi usada para editar a página do senador Magno Malta (PR-ES) na Wikipédia durante a sabatina de Dilma Rousseff na Casa, na segunda (29). Detectada pelo Brasil WikiEdits, perfil que monitora atualizações na enciclopédia virtual feitas a partir das redes do governo, a alteração apagou todas as menções ao envolvimento de Malta em escândalos. A assessoria dele diz: "Fomos surpreendidos pela informação, desconhecemos e vamos apurar".

Como escrevemos aqui, Malta teve as contas do diretório regional do PR-ES desaprovadas, relativas ao exercício de 2011, quando o parlamentar era o seu presidente. A Justiça Eleitoral determinou que não fossem repassadas ao diretório as cotas do fundo partidário pelo prazo de doze meses.

Também está envolvido na Operação Sanguessuga. As investigações da Polícia Federal e do Congresso mostraram que o esquema dos sanguessugas fazia compras superfaturadas de ambulâncias para prefeituras com dinheiro do Orçamento.

Para mostrar sua "cara idônea", a direita golpista precisa fazer exatamente isso: tratar de apagar seu passado.




Tópicos relacionados

Impeachment   /    Política

Comentários

Comentar