NA CALADA DA NOITE

Enquanto povo sofre com a crise, deputados tentam aprovar repasse bilionário a empresários dos transportes

Na madrugada desta quarta-feira (22), em sessão da Câmara dos Deputados, que aprovaria a Medida Provisória 938 - que trata do repasse da união aos fundos de participações do estado e municípios - deputados tentaram aprovar R$ 4 bilhões para empresários do transporte no país.

quarta-feira 22 de julho| Edição do dia

A sessão foi adiada após discordância de outros parlamentares a incorporação da jabuti, termo utilizado para chamar temas estranhos que estão em projetos. O relator da MP, deputado Hildo Rocha (MDB-MA) chegou a citar em plenário o último dos sete relatórios da medida (algo incomum) sem citar o conteúdo da ajuda bilionária a empresários dos transportes.

Não é de hoje que o Congresso joga a favor do grande empresariado brasileiro e não abre mão de colocar a crise nas costas dos trabalhadores, como vimos com a aprovação da reforma da previdência, assim como a ampliação da MP de Bolsonaro para massacrar os direitos trabalhistas em meio a pandemia.

É necessário um saída independente dos trabalhadores, levantando o Fora Bolsonaro e Mourão, mas que não coloque nenhuma confiança no STF ou Congresso, que mesmo se pintando como “responsáveis” em meio a crise sanitária, seguem atacando a classe trabalhadora e não garantindo nenhuma medida para o combate à pandemia.

Por isso, a saída tem que ser uma Assembleia Constituinte Livre Soberana para que os trabalhadores possam decidir os rumos do país, que diferente das eleições, pode mudar de fato as regras do jogo não apenas os jogadores, visto que o problema não se trata de um ou outro deputado, mas sim esse regime que desde sempre favorece o empresariado. Um jogo pensado pela burguesia e a casta política para fazer o trabalhador sempre sair perdendo.




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Rodrigo Maia   /    Câmara dos Deputados   /    Centrão na Câmara   /    Centrão   /    Congresso

Comentários

Comentar