Internacional

Em repúdio ao golpe de Estado, a Frente de Esquerda se mobilizará na Embaixada da Bolívia, na Argentina

A Frente de Esquerda, da qual o PTS -partido irmão do MRT na Argentina- faz parte, fará junto ao Encontro Memória, Verdade e Justiça. A concentração é as 13h no Obelisco para depois marcharem até a embaixada, sob as consignas "não ao golpe cívico policial na Bolívia" e "fora imperialismo da América Latina".

segunda-feira 11 de novembro| Edição do dia

#NãoAoGolpeDeEstadoNaBolivia: nesta segunda-feira, se concentrarão no Obeslisco desde as 13h para marchar junto ao Encontro Memória, Verdade e Justiça na embaixada boliviana, na Argentina, em repúdio ao golpe cívico policial contra Evo Morales" explica a convocatória lançada pela Frente de Esquerda frente aos ocorridos neste domingo na Bolívia.

Pode te interessar: Bolívia: Abaixo o golpe cívico militar religioso!

"Desde o Encontro Memória, Verdade e Justiça repudiamos p golpe racista contra o estado plurinacional da Bolívia que foi concretizado no domingo", é assim que começa o comunicado do espaço que reuniu diversas organizações sociais, políticas e de Direitos Humanos e que convoca a mobilização nesta segunda-feira, na embaixada da Bolívia.

Ali também denunciam que "foi lançado uma perseguição implacável contra dirigentes campesinos e indígenas que não cessa devido à renúncia de Evo, porque o objetivo é o alinhamento da Bolívia aos interesses dos grandes monopólios e o saque de seus recursos". Concluem exigindo "às autoridades de nosso país o reconhecimento das autoridades de fato surgidas deste golpe".




Tópicos relacionados

Golpe de Estado Bolívia   /    golpe   /    Bolívia   /    PTS   /    Frente de Esquerda e dos Trabalhadores (FIT)   /    Internacional

Comentários

Comentar