Política

OPERAÇÃO NO COMPLEXO DO ALEMÃO

Em pleno Carnaval, operação policial no Alemão (RJ) deixa 2 mortos

Segundo a página do Facebook do coletivo Papo Reto, ao meio dia do domingo de carnaval, o bloco racista reacionário de extermínio ao povo negro e pobre, invadiu o complexo do alemão, com mais uma política de genocídio de Estado contra a população negra e pobre. Dois moradores morreram nesse domingo, um deles um moto taxista, do qual o nome ainda não foi identificado e outro foi dona Ana Maria, com 45 anos de idade, que morreu com um tiro na barriga dentro de sua própria casa.

segunda-feira 4 de março| Edição do dia

Foto: Foto: Bruno Gonzalez / Agência O Globo

Segundo informações do Coletivo Papo Reto, uma operação no domingo (3/3) no Complexo do Alemão, deixando 2 mortos, além de trazer pânico aos moradores, como pode se observar nos vídeos.

Os dois moradores que morreram nesse domingo foram um moto taxista, do qual o nome ainda não foi identificado e dona Ana Maria, com 45 anos de idade, que morreu com um tiro na barriga dentro de sua própria casa.

Com a política de segurança pública prometida pelo governador Witzel, mais mortes irão acontecer dentro das favelas e periferias do Rio de Janeiro, escancarando a face mais racista e assassina desse governador, que desde da sua campanha, já dizia para o que veio. Somente em janeiro foram 160 mortos pela polícia, a taxa mais alta pro mês desde a série histórica começada em 1998

Segundo informações de coletivos da área, um blindado destruiu a frente de um bar de um marador do complexo do alemão, causando prejuízos enormes e várias casas estão marcadas com marcas de tiros.

Nesse Estado capitalista, não existe descanso ao povo negro e pobre, em pleno meio dia na favela, um dia que era para ser de diversão e descanso, o Estado entrou mais uma vez e deixou dois corpos inocentes no chão.

BASTA DE ASSASSINATOS PELA MÃO DESSA POLÍCIA ASSASSINA E RACISTA!




Tópicos relacionados

Violência Policial   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar