Mundo Operário

PETROBRÁS ACIDENTE

Em novo acidente na Petrobras no Espírito Santo, mais dois terceirizados morrem

quarta-feira 8 de julho de 2015| Edição do dia

Ontem aconteceu um grave acidente no Terminal de Barra do Riacho em Aracruz, Espírito Santo. Um andaime em uma obra no píer caiu no mar e dois trabalhadores terceirizados morreram.

Este acidente repete uma trágica sequência de acidentes que vem acontecendo em todo o sistema Petrobrás e que dizimam em escala muito maior os terceirizados do que os trabalhadores efetivos, escancarando as piores condições de trabalho que os primeiros estão submetidos. Em fevereiro uma plataforma terceirizada da Petrobras no mesmo estado do Espírito Santo sofreu uma explosão que tirou a vida de outros três operários.

Hoje os trabalhadores do terminal da Transpetro em Barra do Riacho interromperam suas atividades em luto pelos companheiros de trabalho que perderam a vida neste acidente. Informações preliminares do Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo apontam para a precarização das condições de trabalho como um agravante neste acidente. O sindicato afirma em sua nota que falta de estrutura de resgate naquela unidade e que os operários demoraram mais de uma hora para serem resgatados, já sem vida, do mar.

Infelizmente, este é mais um acidente evitável que acontece no sistema Petrobrás em meio às demissões de terceirizados, enxugamento de pessoal próprio via PDV e corte de gastos em manutenção. A administração da Petrobras e o governo Dilma que a nomeia, são responsáveis em última instância por mais estas mortes evitáveis no sistema. Esta é mais uma cara do drama invisível dos terceirizados em meio à crise da Petrobrás e os escândalos de corrupção.




Tópicos relacionados

Crise da Petrobrás   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar