Política

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

Em defesa do HU será realizado acampamento no próximo dia 30

Essa atividade, que começará no dia 30 (quinta), é uma forma de pressionar a administração da Universidade de São Paulo (USP), na figura do reitor Vahan, aplicar o orçamento de 48 milhões de reais adicionais que foi aprovado, como resultado da luta dos funcionários, estudantes, professores e comunidade.

Rafaella Lafraia

São Paulo

sexta-feira 24 de agosto| Edição do dia

O desmonte do Hospital Universitário da USP (HU-USP) faz parte de um projeto político desde a gestão do reitor Zago e só se aprofunda na gestão de Vahan. A precarização do hospital e das condições de trabalho para os profissionais de saúde passam por programa de demissão voluntária (PIDV), diminuição do repasse de recursos para o hospital, redução drástica do quadro de funcionários e fechamento de leitos.

Após a forte greve dos estudantes da saúde da USP, em 2017, foi aprovado um orçamento de 48 milhões de reais adicionais para o HU, mas a reitoria se recusa a aplicar esse dinheiro.

Durante o ano todo a comunidade e os estudantes se mobilizaram na ALESP para pressionar pela a aplicação imediata da verba, constrangendo a reitoria, que vergonhosamente continua escondendo o dinheiro e deixando a população sem acesso à saúde.

Por isso, estudantes, professores, funcionários e moradores vão retomar a ofensiva realizando um grande acampamento em frente ao HU, chamando atenção e exigindo uma atitude da reitoria.

Fazemos este chamado a todas e todos. Traga sua barraca e se junte a essa luta em defesa da saúde pública e dos direitos do povo. Será a partir do dia 30 de agosto, quinta-feira, em frente ao Hospital Universitário!

Contamos com a participação de todos. Veja aqui o evento feito no Facebook




Tópicos relacionados

Zago    /    Hospital Univeristário da USP   /    Trabalhadores   /    Saúde   /    USP   /    Política

Comentários

Comentar