Política

DEMAGOGIA CONTRA A CORRUPÇÃO

Em ato demagógico, Câmara cassa o mandato do corrupto Maluf para acenar ao eleitorado

Nesta quarta-feira a Mesa Diretora da Câmara anunciou a decisão de cassar o mandato de Paulo Maluf.

quarta-feira 22 de agosto| Edição do dia

A Mesa Diretora da Câmara dos Deputados declarou a cassação do mandato do deputado Paulo Maluf (PP-SP) na manhã desta quarta-feira, 22. Após uma reunião na casa de Rodrigo Maia (DEM-RJ), junto aos demais quatro membros da mesa, decidiram de forma unânime por cassar o mandato do aprlamentar. Além de Maia, participaram do encontro o deputado Evandro Gussi (PV-SP), deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), Dagoberto Nogueira (PDT-MS) e Andre Fufuca (PP-MA).

Vale lembrar que a decisão parte da mesma Câmara que inocentou Michel Temer nas duas vezes em que denúncias em relação ao presidente foram votadas na casa, após o político golpista liberar bilhões em emendas parlamentares (apoximadamente 12 bilhões de reais), assegurando assim a sua inocência.

Em um momento em que a pauta anti-corrupção é centro do debate público, a decisão demagógica dos parlamentares tem o claro objetivo de acenar com os eleitores próxima às eleições. Com a cassação mais do que tardia do deputado, Maluf torna-se a primeira raposa velha sacrificada por seus pares para tentar aliviar a imensa crise de representatividade frente ao eleitorado.




Tópicos relacionados

Paulo Maluf   /    Política

Comentários

Comentar