Educação

DEFESA DA EDUCAÇÃO

Em ato de milhares no RJ é lançada a Frente Nacional em Defesa da Educação Pública Superior

sexta-feira 20 de outubro| Edição do dia

Ocorreu ontem, na Universidade do estado do Rio de Janeiro, o lançamento da Frente Nacional em Defesa das instituições Públicas de Ensino Superior. O Ato intitulado “S.O.S Educação”, que teve início com uma plenária que lançou a frente, foi convocado por dezenas de entidades do movimento sindical e estudantil, pela Asduerj - Associação dos Docentes da UERJ, Fasubra Sindical - Federação de Sindicatos dos Trabalhadores em Universidades Brasileiras, Andes - SN - Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior, Sintuperj - Sindicato dos Trabalhadores das Universidades, Públicas Estaduais no Estado do Rio de Janeiro entre outras.

Após a plenária, as quase 1000 pessoas presentes saíram em ato pela Avenida Radial Oeste em direção ao ISERJ - Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro. O ato levou para rua a situação de calamidade em que se encontram as instituições públicas de ensino superior, principalmente as do Rio de Janeiro administradas pelo governo do Estado que vem sendo brutalmente atacadas, UERJ, UEZO, UENF, FAETEC e CEFET.

Apesar de uma tentativa de de repressão, por parte da polícia militar, no início o ato seguiu pelo trajeto, com diversas falas das entidades presentes, passando pelo CEFET, parando no IFRJ e terminando no ISERJ.

Esse importante ato e a Frente Nacional precisam virar uma força real nas universidades do Rio e por todo o país. Se inspirando nas luta que acontece hoje no Rio Grande do Sul em defesa da educação e contra os ataques dos governos municipais, estadual e federal que mostra o caminho do que é preciso fazer em todo país. É preciso levantar uma saída contra o desmonte da educação e está só será possível por meio de se levantar uma saída contra a crise que imponha que os políticos corruptos e empresários capitalistas paguem por ela.




Tópicos relacionados

Educação

Comentários

Comentar