Política

ATOS CONTRA BOLSONARO

Em São Paulo, ato contra Bolsonaro reúne milhares na Avenida Paulista

Atos contra Jair Bolsonaro acontecem por todo país. Em São Paulo, milhares se reúnem no MASP, na Avenida Paulista. A agrupação de mulheres Pão e Rosas atua fortemente levantando a consigna "Comitês de base contra Bolsonaro, golpismo e as reformas", contando com a presença do ex-candidato à presidente da Argentina e atual deputado nacional pela Frente de Esquerda, Nicolás del Caño.

sábado 20 de outubro| Edição do dia

Hoje (20), acontecem pelo país dezenas de atos contra Jair Bolsonaro (PSL). Em São Paulo, o ato teve sua concentração no MASP, localizado na Avenida Paulista.




A agrupação de mulheres Pão e Rosas, junto à juventude Faísca e o Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT) compuseram um bloco independente, levantando fortemente a consigna "Comitês de base contra Bolsonaro, o golpismo e as reformas".

Nicolás del Caño, ex-candidato à presidência da Argentina e atual deputado nacional pela Frente de Esquerda na província de Buenos Aires, esteve no bloco independente do Pão e Rosas e do MRT, prestando apoio e solidariedade para a luta contra Bolsonaro.


Diana Assunção, ex-candidata à deputada federal por filiação democrática no PSOL e dirigente nacional do MRT, estava presente no ato e disse "Nós do MRT, acompanharemos o sentimento de ódio contra Bolsonaro, e declaramos voto crítico no Haddad. Mas, não apoiamos de forma alguma o projeto político conciliador do PT, bem como sua estratégia eleitoralista que já se mostrou impotente. Por isso, faço um chamado à todos e todas, para construirmos juntos milhares de comitês de base nos locais de trabalho e estudo, nos organizando para derrotar Bolsonaro, o golpismo e as reformas nas ruas".




Tópicos relacionados

Comitês contra Bolsonaro   /    Mulheres Contra Bolsonaro   /    Eleições 2018   /    Bolsonaro   /    Política

Comentários

Comentar