Internacional

Em Porto Alegre manifestantes realizaram ato em apoio à luta no Chile

quarta-feira 23 de outubro| Edição do dia

Hoje em Porto Alegre ocorreu ato em frente ao Consulado chileno em apoio a luta da população do Chile que nos últimos dias estouraram em uma forte mobilização que vêm sacudindo o país e sendo brutalmente reprimido pelo governo de Pinera que quer aplicar ataques a classe trabalhadora chilena.

O ato que ocorreu por volta às 12h contou com dezenas de pessoas e com intervenções e palavras de ordem. O ato foi um entre os vários que irão ocorrer na data de hoje em várias cidades do país na frente das embaixadas e consulados chilenos, mostrando todo o apoio trabalhadores e estudantes brasileiros as grandes mobilizações que estão ocorrendo no país vizinho.

Leia também: A esquerda brasileira precisa apoiar ativamente a luta de classes no Chile

Jornadas revolucionárias muito importantes estão acontecendo no Chile, juntando trabalhadores e estudantes em combate ao governo de Pinera e a herança da ditadura de Pinochet. O governo retrocedeu em algumas medidas mantendo o fundamental da herança da ditadura para não perderem seus controles, cedendo migalhas aos trabalhadores e estudantes que se mobilizam contra alto nível de exploração que estão colocados, mantendo a maior parte do país sob controle das Forças Armadas.

Nas últimas semanas vem ocorrendo uma explosão da Luta de classes ao redor do mundo, como no Haiti, Catalunha, Equador, Uruguai, Líbano, e o Chile. O fracasso da extrema direita gira o globo e a explosão das massas no Chile tem chamado a atenção e dado uma enorme lição de como se combate a extrema direita e sua ofensiva imperialista. Esse avanço da luta de classes afeta diretamente o governo Bolsonaro e apoia-las é passo essencial para se enfrentar contra esse governo que veio para aplicar profundos ataques contra a classe trabalhadora brasileira, como a própria reforma da Previdência que foi aprovada ontem sem ter nenhuma resistência e mobilização organizadas pelas centrais sindicais. é necessário seguir o Exemplo do Chile para barrar Bolsonaro e suas reformas.




Tópicos relacionados

Sebastián Piñera   /    Governo Bolsonaro   /    Rio Grande do Sul   /    Reforma da Previdência   /    Internacionalismo   /    Internacional

Comentários

Comentar