Sociedade

APRESENTADOR DA GLOBO

Em 2011 William Waack negou ser espião da CIA

quarta-feira 8 de novembro| Edição do dia

Em 2011, supostos documentos da WikiLeaks acusavam o apresentador de ser informante da CIA (Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos). Ele teria ajudado a melhorar a imagem da relação entre o Brasil e os Estados Unidos em 2008, passado as impressões de um fórum econômico sobre as eleições e os presidenciáveis em 2009 e em 2010 vazado a informação (incorreta) de que Serra e Aécio Neves seriam candidatos a presidência e vice pelo PSDB (Aécio concorreu ao senado por Minas Gerais). Na época Waack negou as informações e os supostos documentos da Wikileaks nunca foram comprovados.

O apresentador processou a Record que havia noticiado em seu portal a notícia. Em 2012 a emissora foi condenada a pagar R$ 82.880,98 ao apresentador.

Agora Waack volta a cena com um vídeo que expressa o mais abjeto racismo, onde é pego afirmando: "tá buzinando por que ô seu merda do cacete?" e, virando para seu colega, diz: "Sabe o que é né? É preto." E repete: "É coisa de preto." Os dois dão risada e Waack reafirma: "com certeza".




Tópicos relacionados

Tv Globo   /    Sociedade

Comentários

Comentar