Internacional

EUA - IMPEACHMENT DE TRUMP

EUA: Sessão hoje pode aprovar impeachment de Donald Trump na Câmara

Nessa quarta-feira (18) iniciou-se a sessão na Câmara de Representantes dos Estados Unidos que irá decidir a aprovação ou não do impeachment do presidente Donald Trump. A sessão tem previsão de duração de 6 horas e a decisão deve ser tomada no início da noite, podendo variar de acordo com o andamento das discussões.

quarta-feira 18 de dezembro de 2019| Edição do dia

As acusações contra o presidente são duas, que serão votadas separadamente: o abuso de poder; e a obstrução ao trabalho do Congresso. Tudo começou quando vazou o conteúdo de um telefonema entre Trump e o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, no qual o primeiro pedia que o ucraniano investigasse Hunter Biden, pré-candidato da oposição à Casa Branca. O Comitê Judiciário da Câmara entende tal pedido como uma forma de prejudicar a candidatura de Biden. Além disso, Trump foi acusado de obstrução ao Congresso pois se negou a entregar alguns documentos requeridos pelos investigadores do caso.

Donald Trump, por sua vez, não nega que entrou em contato com o presidente da Ucrânia, mas alega que não o fez para se beneficiar nas eleições de 2020. Além disso, o republicano ainda acusa a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, de uma tentativa de golpe ao abrir o processo de impeachment, dizendo que seria uma violação do juramento de Pelosi ao cargo.

A votação pode apontar para dois cenários: a aprovação, que se da com mais da metade dos votos a favor, em que o processo se encaminha para o senado; e a desaprovação, que encerra o processo. É provável que seja votado impeachment na Câmara, pois a oposição detém mais da metade das cadeiras. Nesse cenário, o presidente continua exercendo seu cargo e a Câmara dos Representantes elege dois parlamentares para atuarem como promotores do julgamento no Senado, onde será votada a cassação ou não do mandato de Trump. Esta votação, entretanto, tem mais probabilidade de ser negativa, uma vez que no Senado os Republicanos detém a maioria das cadeiras.




Tópicos relacionados

Donald Trump   /    Impeachment   /    Estados Unidos   /    Internacional

Comentários

Comentar