Internacional

PROTESTOS NOS EUA

EUA: Donald Rumsfeld explica como protestos resultam de “décadas de repressão”

Em 2003, Donald Rumsfeld foi questionado sobre saques em Baghdad após a invasão dos E.U.A no Iraque. O secretário da defesa sob o governo de George W. Bush, um militarista e neoconservador, explicou que os saques foram um resultado natural de “décadas de repressão” e parte de uma “transição para a liberdade”. observando os protestantes nos Estados Unidos hoje, suas palavras soam muito verdadeiras.

terça-feira 2 de junho| Edição do dia

Quando as tropas dos E.U.A. invadiram o Iraque em 2003, neoconservadores haviam prometido que eles seriam recebidos como libertadores. Ao contrário disso, o mundo viu cenas de saques e caos em Baghdad.

Na coletiva de imprensa no Pentágono, Donald Rumsfeld, mais famoso por seu tratado seminal de “noções conhecidas”, foi questionado sobre os saques. O secretário de defesa dos E.U.A., que havia sido um grande defensor da guerra, respondeu:

Enquanto ninguém tolera saques, [...] alguém pode entender os sentimentos reprimidos que podem resultar de décadas de repressão e pessoas que tiveram membros de suas famílias assassinadas por aquele regime, para que eles expressem seus sentimentos desse regime. [...] E eu não acho que exista alguém em qualquer uma dessas fotos ou qualquer ser humano que não seja livre, que não preferiria ser livre e reconhecer que passa por um período de transição como isso e aceita isso como parte do preço de passar de um regime reprimido à liberdade.

É claro, Donald Rumsfeld estava completamente equivocado sobre a situação no Iraque. Ao contrário de um “regime de liberdade”, a guerra conduziu para uma longa e brutal ocupação militar. De acordo com uma contagem, houve 288.000 mortes violentas desde a invasão, que não inclui doença e fome. A miséria administrada pelo regime colonial sectário do Iraque levou ao surgimento de fenômenos bárbaros como o Estado Islâmico – mas também à protestos revolucionários por trabalhadores e jovens.

Mas as palavras de Rumsfeld se encaixam com a situação nos Estados Unidos bem agora: os protestantes em todo o país são um produto de décadas de repressão. As pessoas querem se vingar do regime capitalista brutal que tem assassinado muitos negros com impunidade. Elas estão cansadas de um regime que permitiu que 100.000 morressem de Covid-19 e dezenas de milhões para serem jogadas no desemprego.

E enquanto as cenas de destruição nos E.U.A. podem não ser vistas com bons olhos por algumas pessoas, alguns seres humanos que anseiam por liberdade entenderão: Uma loja da Target saqueada é um pequeno preço a ser pago por uma transição à liberdade.

Original: https://www.leftvoice.org/donald-rumsfeld-explains-how-riots-result-from-decades-of-repression




Tópicos relacionados

Justiça para George Floyd   /    George Floyd   /    Racismo   /    Racismo EUA   /    Internacional

Comentários

Comentar