Internacional

INTERNACIONAL

EUA: Anuncia-se a abertura do processo de "impeachment" de Donald Trump

quarta-feira 25 de setembro| Edição do dia

"As ações do governo Trump revelaram os feitos desonrosos do presidente frente a seu juramento na posse do cargo, a traição a nossa segurança nacional e a integridade de nossas eleições", afirmou Nancy Pelosi, presidente da Câmara dos Representantes, ao anunciar a abertura do processo.

Uma vez e outra Pelosi vinha se esquivando de abrir este processo contra o atual presidente dos EUA, porque o Partido Democrata fazia cálculos tanto políticos quanto eleitorais das consequências, apesar da quantidade de provas acumuladas já há algum tempo contra Trump, e ainda mais porque sabia que o assunto abre uma crise no presidencialismo estadunidense, e por sua vez, escancara uma debilidade da potência imperialista.

No entanto, um dos recentes escândalos envolvendo Donald Trump, no caso uma ligação telefônica na qual o chefe de Estado estadunidense teria coagido o Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenski, para que colaborasse nas investigações sobre acusação de corrupção envolvendo o filho do ex vice-presidente Joe Biden, no caso Hunter Biden. Joe Biden, hoje é um dos principais pré-candidatos pelo Partido Democratas para as eleições de 2020. Situação que levou Nancy Pelosi a abrir o processo, sobretudo porque os setores mais moderados do Partido Democrata consideraram que Trump passou dos limites ao usar a preponderância de seu cargo para pressionar um político estrangeiro com o objetivo de prejudicar a imagem e a campanha de um adversário político, frente às próximas eleições estadunidenses.

A relação custo benefício para o Partido Democrata, em face das próximas eleições pesou mais no final, na decisão de abertura do processo de impeachment.

Enquanto isso, Donald Trump informou via Twitter que autorizou a publicação, hoje, quarta-feira, 25 de setembro, das transcrições de sua conversa por telefone com Volodymyr Zelenski, presidente da Ucrânia, em julho passado.




Tópicos relacionados

Donald Trump   /    Impeachment   /    Estados Unidos   /    Internacional

Comentários

Comentar