GEORGE FLOYD

EUA: A casa do policial assassino de George Floyd está sendo guardada por dezenas de policiais armados

Manifestantes em Minneapolis são criminalizados e atacados com gás lacrimogêneo e balas de borracha. Enquanto isso, Derek Chauvin, policial assassino, está em casa com dezenas de policiais que o protegem. Seis manifestantes foram presos e levados para a prisão por ficarem em frente à sua casa.

sexta-feira 29 de maio| Edição do dia

Na segunda-feira, Derek Chauvin assassinou George Floyd. Chauvin manteve o joelho contra a garganta de Floyd por 10 minutos, enquanto Floyd implorava:

"Não consigo respirar, não consigo respirar."

A multidão pediu aos policiais que parassem. Enquanto sufocava Floyd, um dos policiais disse aos espectadores: "É por isso que você não usa drogas, crianças". Um espectador respondeu: "Não se trata de drogas, mano. Ele é humano. "

O vídeo viralizou e milhões de pessoas em todo o país o viram. Houve dois dias de mobilizações em Minneapolis e um de solidariedade em Los Angeles*. Os policiais usaram gás lacrimogêneo e atiraram nas pessoas por simplesmente dizerem que Black Lives Matter e que policiais assassinos deveriam ser presos. Alguns manifestantes demonstraram seu ódio na casa do policial, Derek Chauvin, escrevendo "assassino" na calçada. Uma pessoa postou no Facebook que os trabalhadores da entrega estavam se recusando a entregar uma vez que descobriram quem morava na casa.

Derek Chauvin e os outros três policiais que colaboraram no assassinato estão sentados em segurança e confortavelmente em casa com suas famílias. Sim, eles foram demitidos, mas também outros milhões de outras pessoas foram. Por ofensas tão pequenas quanto chegar tarde ao trabalho ou devido ao coronavírus. Em vez disso, os manifestantes foram criminalizados.

E pior ainda: dezenas de policiais estão em guarda para proteger a casa de Derek Chauvin. Dezenas de membros da polícia de choque estão defendendo a casa desse assassino, prontos para espancar, arrancar gás e até prender quem os enfrentar. Ontem, seis pessoas foram presas por "montagem ilegal e obstrução de processos legais". Eles foram levados para a cadeia do condado de Washington. Em outras palavras, manifestantes pacíficos foram presos por ficarem em frente à casa de Chauvin, enquanto Chauvin não foi preso por assassinar um homem negro.

Talvez não exista melhor exemplo do papel do sistema de (in)justiça: defender policiais assassinos de pessoas que simplesmente exigem o direito de os negros viverem.

*Artigo escrito originalmente no dia 28/05 em inglês pelo site Left Voice, irmão do Esquerda Diário nos EUA e parte da rede internacional La Izquierda Diario.




Tópicos relacionados

Justiça para George Floyd   /    George Floyd   /    [email protected]   /    Internacional

Comentários

Comentar