Sociedade

PRITATIZAÇÃO

É privatizada a quinta distribuidora da Eletrobras

Com o objetivo de que os milhões de trabalhadores do país paguem pela crise, é privatizada, nesta segunda-feira, a quinta distribuidora da Eletrobras, a Amazonas Energia.

terça-feira 11 de dezembro de 2018| Edição do dia

Nesta segunda feira (10), foi leiloada a distribuidora Amazonas Energia para o consórcio formado pelas empresas Atem e Oliveira Energia, esta última que comprou a distribuidora Boa Vista. O grupo foi o único a participar do leilão realizado em São Paulo.

A primeira distribuidora a ser vendida foi a Cepisa, para a empresa ligada ao imperialismo norte-americano Equatorial Energia. Depois, as distribuidoras Eletroacre, Ceron e Boa Vista Energia foram vendidas em um único leilão, as duas primeiras para a empresa Energisa. A sexta a ser privatizada é a Companhia Energética de Alagoas (Ceal), que já tem venda marcada para o dia 19 de dezembro.

Entretanto, uma liminar de um desembargador do Tribunal Regional do Trabalho foi acionada, condicionando o leilão à aprovação de um órgão da Justiça do Trabalho. Tal decisão foi impulsionada por sindicatos de trabalhadores e funcionários da estatal.

O consultor jurídico da Eletrobras, Ricardo Brandão, afirmou que “A empresa já foi alvo de outras 50 ações contra a venda das distribuidoras e que sempre foram enfrentadas com muita tranquilidade, encaramos a liminar com tranquilidade e não acreditamos que ela possa atrapalhar a privatização”.

O que querem é nada mais do que precarizar a distribuição de energia para justificar a privatização das estatais, isso com objetivo de que seja a classe trabalhadora a pagar pela crise.Todo o dinheiro desse processo vai para o pagamento da dívida pública, ou seja, para os bolsos dos grandes empresários imperialistas e banqueiros internacionais. Com a venda da Eletrobras, o que está em jogo é o suor de milhões de trabalhadores do país para o lucro dos capitalistas.




Tópicos relacionados

Eletrobrás   /    Privatização   /    Sociedade

Comentários

Comentar