×

Declaração | "É preciso repudiar a tentativa de cassação do mandato de Glauber Braga", diz Diana Assunção

Pedido de cassação enviado ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados é assinado pelo presidente do PL, Valdemar Costa Neto, figura mais do que conhecida do Centrão envolvido em diversos esquemas de corrupção nas últimas décadas, que cumpriu pena preso no esquema do Mensalão, e também partido do presidente Bolsonaro. É inadmissível qualquer tentativa de intimidação contra Glauber Braga por ter denunciado o avanço do processo de privatização da Petrobras!

sexta-feira 3 de junho | Edição do dia

O PL, partido do presidente Bolsonaro, pediu a cassação do mandato do deputado federal Glauber Braga (PSOL-RJ) no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados após discussão com o presidente do Legislativo, Arthur Lira (PP-AL), na última terça-feira (31/05).

No documento, o PL pede a abertura de um processo ético-disciplinar por suposta quebra de decoro parlamentar do deputado do PSOL com recomendação da perda de seu mandato.

Na terça-feira, enquanto os deputados votavam no plenário uma Medida Provisória relativa ao fim de incentivos tributários para a indústria petroquímica, Glauber Braga declarou no microfone, quando um representante do PSOL foi chamado a se posicionar sobre a matéria: “senhor Arthur Lira, eu queria saber se o senhor não tem vergonha. Gostaria de saber se o senhor não tem vergonha.”

Pode te interessar: Indicados de Bolsonaro à ANP exigem a privatização da Transpetro, só a união dos petroleiros pode barrá-la

Lira chegou a ameaçar tomar medidas mais duras, como pedir a retirada de Braga do plenário e entrar contra o psolista no Conselho de Ética. Pouco tempo depois, na terça, Glauber criticou na tribuna do plenário um projeto de lei que permitiria ao governo federal vender ações da Petrobras e deixar de ser sócio majoritário da estatal, com necessidade de maioria simples para ser aprovado.

O pedido de cassação de Glauber pelo PL é assinado pelo presidente nacional do partido, Valdemar Costa Neto, velho conhecido do Centrão que já esteve envolvido em diversos casos de corrupção como o do Mensalão, onde cumpriu pena preso inclusive.

Veja também: Governo Bolsonaro busca privatização da Petrobras, à serviço dos lucros dos capitalistas

Sâmia Bomfim (PSOL-SP), líder do partido na Câmara, disse: “A nossa bancada tomou conhecimento de que o presidente Lira, através do PL, representou contra o deputado Glauber Braga no Conselho de Ética. Digo ‘através do PL’ porque, no dia em que houve um certo desentendimento aqui no plenário, ele disse que ele mesmo faria essa representação. Estranhou-nos muito que não tenha vindo do partido do próprio presidente, mas que se tenha terceirizado para o partido do presidente da República, que é o PL, essa representação”.

Veja a declaração de Diana Assunção, dirigente nacional do MRT e entrevistadora do programa Esquerda em Debate do Esquerda Diário:

"É preciso repudiar qualquer tentativa de intimidação e cassação do mandato de Glauber Braga por parte de Arthur Lira ou mesmo do PL, atual partido do presidente Bolsonaro, mas que também compõe figuras execráveis da política brasileira como Valdemar Costa Neto em sua legenda. A denúncia feita por Glauber Braga em plenário contra o avanço da privatização da Petrobras é legítima e nós do Esquerda Diário colocamos nosso portal a serviço dessa denúncia.

O avanço da privatização da Petrobras é mais uma expressão da sanha ultraneoliberal e privatizadora de Bolsonaro, Guedes, todo o clã bolsonarista e do Centrão, que querem privatizar a Petrobras para coloca-la a serviço não da classe trabalhadora e do povo pobre, mas sim a serviço dos lucros dos capitalistas. Somente a luta organizada da classe trabalhadora e dos petroleiros pode barrar a privatização e avançar para conquistar uma Petrobras a serviço dos trabalhadores e usuários, que deveria ser 100% estatal, gerida pelos próprios trabalhadores, e à serviço da classe trabalhadora e povo pobre."

Veja mais: Petrobras tem maior lucro mundial, enquanto a população amarga alta de combustíveis vinda das privatizações




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias