Juventude

13A

"É preciso um plano de lutas para barrar os cortes e a reforma", diz Odete da Faísca

Odete, militante da Juventude Faísca e estudante da USP, faz chamado diretamente do ato pela educação em São Paulo: "Devemos nos inspirar em nossos irmãos argentinos que mostraram seu rechaço ao Macri, e mais que isso, no exemplo da Frente de Esquerda dos Trabalhadores que se mostrou como a quarta força nacional, em uma campanha construída por jovens e trabalhadores que não aguentam mais sofrer com a exploração capitalista"

terça-feira 13 de agosto| Edição do dia

Manifestações pela educação foram registradas em diversas localidades do país: até o momento contabiliza-se 69 cidades de 21 estados e Distrito Federal. No dia nacional em defesa da educação e contra a reforma da previdência, as ações foram compostas por milhares de estudantes, professores, servidores públicos, sindicatos e entidades estudantis.

Odete Cristina, militante da Juventude Faísca e estudante de Ciências Sociais da USP, presente no ato na cidade de São Paulo faz importante chamado aos estudantes do país à se unificarem com os trabalhadores para derrotar os ataques à educação e à previdência.

Além disso, Odete também denunciou a negociação e conciliação das centrais sindicais, CUT, dirigida pelo PT, e CTB, dirigida pelo PCdoB, bem como da UNE, dirigida pelo PCdoB, PT e outros setores, que conscientemente leva a cabo uma estratégia divisionista, separando os ataques e impedindo que a aliança operário-estudantil contra o governo Bolsonaro e seu projeto de miséria.

"Existe disposição de luta da juventude e ela pode incendiar a classe trabalhadora. Para isso é necessário discutir q a estratégia levada pela UNE e centrais é impotente para barrar os ataques de Bolsonaro".

Também ressaltou o importante exemplo dos argentinos que mostraram todo seu rechaço à Macri, aliado de Bolsonaro. "Devemos nos inspirar em nossos irmãos argentinos que mostraram seu rechaço ao Macri, e mais que isso, no exemplo da Frente de Esquerda dos Trabalhadores que se mostrou como a quarta força nacional, em uma campanha construída por jovens e trabalhadores que não aguentam mais sofrer com a exploração capitalista", declarou Odete.

Veja o vídeo completo abaixo:




Tópicos relacionados

Governo Bolsonaro   /    Jair Bolsonaro   /    Reforma da Previdência   /    Educação   /    Dia Nacional de Luta pela Educação   /    Juventude

Comentários

Comentar