PERSEGUIÇÃO IDEOLÓGICA

Douglas Garcia (PSL) persegue esquerda e divulga dossiê com dados de opositores do governo

O dossiê absurdo está divulgando fotos, nomes, endereços, RGs e entre outras informações pessoais de pessoas que são contra a este governo genocida de Bolsonaro para que essas pessoas sejam perseguidas pela extrema direita.

sexta-feira 5 de junho| Edição do dia

É uma ação absurda do deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP) em produzir um dossiê contra os opositores do governo de Bolsonaro. Logo Bolsonaro, o mesmo que dissemina seu ódio por negros, pobres, trabalhadores, homossexuais e discrimina a posição das mulheres na sociedade está sendo defendido através da estrutura da Assembleia Legislativa de SP por Douglas Garcia. Um perseguição da extrema direita à população, contra as liberdades democráticas que são direitos básicos, como o direito de expressar desacordos com o governo.

Este dossiê está divulgando fotos, nomes, endereços, RGs e entre outras informações pessoais de pessoas que são contra a este governo genocida de Bolsonaro e sendo divulgado em redes sociais como o WhatsApp justamente para que essas pessoas sejam caçadas. O Ministério Público de SP abriu uma investigação contra o deputado por propagação de fake news e que também está sendo investigado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em outra apuração pelo mesmo motivo.

É repugnante esta atitude covarde do deputado em tentar criminalizar cidadãos que estão cansados dos recorrentes ataques do governo. Titulam aqueles que reivindicam a luta por melhores condições de vida como criminosos, nós, trabalhadores, que sofremos pela falta de leitos, atendimentos médicos e somos deixados para morrer em casa diante da pandemia do Covid-19. Este governo sim é responsável pelos milhares de mortes pela Covid-19 e destruição de famílias.

Ele não foi capaz de sequer tomar medidas eficazes, como testes massivos à população, EPIs necessários para todos os trabalhadores que continuam trabalhando para evitar a contaminação/proliferação da doença, principalmente para aqueles trabalhadores que estão na linha de frente na saúde. Este mesmo governo apoia a demissão de trabalhadores diante da crise em prol da retenção de lucro para uma minoria parasitária e operações em favelas com propósito único de matar moradores que já sofrem com a falta de saneamento básico e, por isso, são os mais expostos à contaminação do vírus.

Por isso discordarmos totalmente das ações criminosas do governo Bolsonaro, somos alvos da opressão e repressão. Contudo, nosso repúdio por esse sistema capitalista escasso que reproduz e se nutre através das desigualdades sociais e injustiça não cessará até que seu fim seja decretado. Daremos seguimento à luta e reivindiquemos uma saída independente dos trabalhadores para tomar os rumos de nossas vidas.

Somente com uma Assembleia Constituinte Livre e Soberana poderemos mudar nossas vidas e das gerações futuras. Diante das ameaças dos opressores, nosso medo é de continuar a mercê das injustiças deste governo. Para que nenhuma vida seja prejudicada reivindiquemos Fora Bolsonaro, Mourão e os militares. Nossas vidas valem mais que os lucros dos empresários.

A fúria negra nos Estados Unidos mostra que a força da classe trabalhadora e dos setores oprimidos é a única capaz de impor uma saída independente. Nós do Esquerda diário colocaremos todas as forças possíveis para fazer ecoar essa força no Brasil nos somando aos atosno domingo (07) contra a extrema direita de Bolsonaro, dos militares, e de Douglas Garcia que nos persegue. Mas também contra atores do regime como Rodrigo Maia, STF e os governadores que querem no atacar apoiando mais MPs, redução da jornada e cortes de salário, aplicando a reforma trabalhista em plena pandemia.

Pode te interessar: Como encarar a luta antirracista e antifascista no Brasil?




Tópicos relacionados

PSL   /    Extrema-direita

Comentários

Comentar