Política

JOÃO DORIA

Doria faz coro com golpismo do judiciário e diz que a prisão está esperando Lula

O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), comemorou nas redes sociais a confirmação da condenação arbitrária do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) em segunda instância da Operação Lava Jato, nesta quarta-feira, 24. Doria disse que "a prisão aguarda em breve" o petista.

quarta-feira 24 de janeiro| Edição do dia

"O Brasil do bem celebra esse momento histórico. Ao aumentar a pena dada pelo juiz Sérgio Moro, o TRF 4 reforça a culpa do ex-presidente Lula. A Justiça está se cumprindo", escreveu o prefeito.

Um dos adversários que mais se manifestou publicamente a favor da condenação de Lula, Doria aproveitou para atacar o PT. "Essa corajosa decisão da justiça é um golpe duríssimo no PT e ajuda a fortalecer a esperança de um país mais justo e sem corrupção."

Quando na realidade esse declaração do prefeito de São Paulo revela todo seu reacionarismo e golpismo que torna a democracia capitalista do Brasil tão degradada. Aquele que diz querer "renovar" a política defende mecanismos completamente arbitrários e autoritários do Judiciário, que se deu a liberdade de decidir quem o povo poderá eleger esse ano. Contenta-se com a facilitação de um regime ainda menos democrático e mais repressivo contra aqueles que sempre sofreram das mãos do judiciário e não tem a mesma popularidade de Lula: os trabalhadores, os pobres e os negros.




Tópicos relacionados

Julgamento de Lula   /    João Doria   /    Poder Judiciário   /    Política

Comentários

Comentar