ELEIÇÕES 2018: GOVERNO DE SÃO PAULO

Doria e Skaf a frente, Datafolha mostra disputa entre golpistas pelo governo de São Paulo

Entre a espada e a cruz: corrida ao governo do estado de São Paulo, com Doria a frente (25%) e Skaf em segundo (20%), é marcada por representantes do golpe.

quarta-feira 22 de agosto| Edição do dia

A pesquisa Datafolha divulgada na madrugada desta quarta-feira (22) deu ligeira vantagem para o golpista Doria, com 25% dos votos, a frente de Paulo Skaf (MDB) com 20%. O resultado apontou ligeira vantagem do tucano, contrastando com outras pesquisas que apontavam o empate técnico dos candidatos.

O atual governador Márcio França (PSB) e o petista Luiz Marinho aparecem com 4% cada. Professora Lisete (Psol) e Major Costa e Silva (DC) registram 2%. Com 1% cada, aparecem Marcelo Cândido (PDT), Prof. Claudio Fernando (PMN), Rodrigo Tavares (PRTB), Toninho Ferreira (PSTU) e Rodrigo Chequer (Novo). Edson Dorta (PCO) não pontuou.

O Datafolha informa ainda que 37% dos eleitores ainda não escolheram candidato. Desse grupo, 26% pretendem votar em branco ou nulo e 11% estão indecisos.

Líder na sondagem, Doria também está na frente no quesito rejeição. De acordo com o Datafolha, 32% do eleitorado não votaria no tucano de jeito nenhum. Na sequência aparecem Skaf (21%), Marinho (19%) e França (15%).

Pelos resultados, mesmo após sucessivos anos de administração tucana, com o desmonte e precarização dos serviços públicos e diversos ataques sob a classe trabalhadora, o eleitorado paulista segue apostando em representantes golpistas que prometem aprofundar a herança de Alckmin.

Veja também: Disputas entre os candidatos golpistas dão o tom no debate de governadores em SP




Tópicos relacionados

Paulo Skaf   /    Eleições 2018   /    João Doria   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar