#28A

Doria, desesperado com o dia 28, envia carta negando o direito de greve

quinta-feira 27 de abril de 2017| Edição do dia

João Doria está desesperado com a greve de amanhã. Já anunciou que cortará ponto e organizou com a Uber e 99taxi que transportem quem quiser furar a greve gratuitamente. Tudo para tentar mostrar serviço como uma expressão de um governo que vai se enfrentar com os trabalhadores. Ele que nunca trabalhou na vida, sempre viveu das riquezas de família herdeira da escravidão fala que quem é contra a reforma trabalhista e da previdência está contra o país, o país do lucro dos empresários. Tudo isso aconteceu nos últimos dias mas uma carta que foi enviada hoje aos órgãos da prefeitura supera seu desespero anterior.

Na carta ele afirma que respeita o direito de greve desde que não "prejudiquem o expediente normal de trabalho". Mas justamente a greve é por excelência algo para prejudicar o expediente normal de trabalho.

Doria acha que pode mandar e desmandar como um senhor de escravos. Pode rasgar a Constituição. O Ministério Público do Trabalho divulgou nota mostrando como a greve é um direito, leia aqui.

Venceremos sua ameaça, amanhã São Paulo e todo país vão parar!




Tópicos relacionados

#28A   /    João Doria   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar