GOVERNO SP

Dória corta investimentos na CPTM

Foram paralisadas as obras de ampliação do já sucateado sistema da CPTM. Os cortes envolvem projetos de cerca de 100 milhões e afetam as obras na linha 13 – Jade.

sexta-feira 22 de março| Edição do dia

Depois de anunciar isenções milionárias à montadora norte-americana GM, João Dória (PSDB) paralisou obras na expansão da CPTM, o sistema de trens da Região Metropolitana de São Paulo. A paralisação foi justificada em nota da empresa:

“Diante da frustração de arrecadação, superestimada pela gestão anterior, o governo se viu obrigado a fazer um contingenciamento de R$ 10 bilhões”. Não fazem nem 48 horas que o mesmo anunciou isenções fiscais a GM, e nesse momento não houve nenhuma justificativa de “frustração de arrecadação” para deixar de receber impostos de uma das maiores multinacionais do mundo, que só no ano passado lucrou R$ 31 bilhões de reais em valores convertidos.

Na mesma semana em que milhares de professores estaduais se mobilizaram contra a reforma da previdência e os ajustes desse governo, o governo do PSDB em São Paulo cinicamente continua a precarizar a educação e os transportes em prol dos lucros de multinacionais.




Tópicos relacionados

CPTM   /    João Doria   /    São Paulo

Comentários

Comentar