Educação

CRECHE OESTE FICA

Domingo de atividades e resistência na Ocupação Creche Aberta da USP

Nesse domingo, na ocupação da Creche Oeste, USP, que está ocupada desde o dia 17 contra a seu fechamento, ocorreram diversas atividades, muita diversão para a criançada e música.

segunda-feira 30 de janeiro de 2017| Edição do dia

Logo depois do almoço, para infelicidade de Zago, enquanto as crianças brincavam nos agradáveis gramados com brinquedos e muito espaço presentes na creche, formou-se uma roda de samba composta, sobretudo, de mulheres, em sua volta muitos se sentaram para curtir a tarde de Domingo.

Terminado o samba, outra ótima atividade, Kiara Terra com suas historinhas engraçadas arrancou boas gargalhadas de pais e filhos, estudantes e educadores, é disso que se trata uma creche, um espaço primordial para formação das crianças, onde elas aprendem coisas que usarão para o resto de suas vidas, e é isso que Zago planeja apagar da USP, a universidade de excelência número um do Brasil.

Para fechar o dia, no entardecer ocorreu um ótimo Show FurtaCor, com Mariana Degani, entretendo e encantando a todos.

Péssimo dia para a Reitoria, a Creche passou o dia muito movimentada, mostrando que se Zago pensa que seria fácil fechar o espaço nas férias das crianças e dos alunos da USP, numa atitude covarde, o que encontrou foi resistência. A tentativa de fechamento da Creche Oeste não é o primeiro ataque da reitoria, muitas vagas já foram fechadas, e na verdade há espaço para muitas crianças, essa ação tem como objetivo avançar no projeto de desmonte da universidade, não só as creches, como os restaurantes, moradia e permanência são alvos da reitoria. Curta a página da ocupação para acompanhar, e para saber mais do conflito clique aqui.




Tópicos relacionados

#SintuspFICA   /    Educação   /    USP   /    São Paulo (capital)

Comentários

Comentar