Internacional

ATO CONTRA BOLSONARO NA ARGENTINA

"Diziam que Bolsonaro era invencível, mas professores e estudantes se levantaram no Brasil"

A deputada do PTS na Frente de Esquerda, Myriam Bregman, marchou para pronunciar-se contra a presença de Jair Bolsonaro na Argentina.

sexta-feira 7 de junho| Edição do dia

A Frente de Esquerda realizou um ato com as consignas "fora Bolsonaro da Argentina", "fora Trump e o imperialismo da América Latina", "derrotemos o FMI, Macri e os governadores". C5N estava lá e entrevistou a deputada do PTS, Myriam Bregman.

"Viemos com uma importante coluna de organizações de esquerda para dizer não a Bolsonaro, ele é um candidato machista, misógino e homofóbico, eu estava no Brasil naquela famosa marcha de mulheres e de lá estamos nos manifestando na rua contra um candidato que é parte do avanço dos Estados Unidos na região", disse ele.

"Bolsonaro e Macri estão mancomunados em que os dois são a favor da ingerência imperialista na Venezuela. Ambos são a favor do avanço do FMI na região e é isso que os une", disse ela.

"Seus governos estão alinhados não apenas economicamente, todos nós sabemos as políticas de ajuste que eles querem realizar e também o que pensam sobre política externa com os Estados Unidos, acho que isso está começando a ser fortemente rejeitado no Brasil. Estudantes e professores brasileiros têm feito mobilizações muito massivas e que são um exemplo de como enfrentar um político como esse", concluiu.




Tópicos relacionados

PTS   /    Jair Bolsonaro   /    Myriam Bregman   /    Internacional

Comentários

Comentar