Política

DIREITA ALUCINADA

Direitista que invadiu congresso confunde bandeira do Japão com símbolo comunista

Mulher que invadiu o congresso gravou um vídeo diante de painel homenageando o centenário da imigração japonesa e disse que a bandeira do Japão era "um símbolo comunista" que mostrava o que os deputados estão planejando para o Brasil. Veja o vídeo.

Fernando Pardal

São Paulo | @fepardal

quinta-feira 17 de novembro| Edição do dia

Quando você acha que já viu o fundo do poço da direita que defende a intervenção militar, você sempre está subestimando a cretinice alheia. Faz lembrar a frase de Einstein que dizia: "Duas coisas não tem limites: o universo e a estupidez humana". No caso de gente como a que invadiu ontem o Congresso Nacional exigindo uma ditadura militar a afirmação é plenamente justificada.

Como se não bastasse o insólito de um grupelho que ocupa o plenário da Câmara dos deputados "exigindo" o fim da democracia e "denunciando" o suposto plano comunista dos deputados para o Brasil (???), fomos brindados com a pérola de uma das integrantes do grupo, que gravou um vídeo diante da homenagem ao centenário da imigração japonesa. Ela alerta os "incautos" que ainda não viram o plano comunista dos deputados com a sua "prova contundente": a bandeira brasileira em sua "futura "versão" após a transformação comunista do país. Trata-se da bandeira japonesa.

Quando você acha que as declarações sobre a invasão russa no Brasil por meio da Venezuela feitas pela advogada do impeachment Janaína Paschoal são o ápice da alucinação direitista, é porque você ainda não viu o vídeo abaixo:




Tópicos relacionados

Política

Comentários

Comentar