Educação

OCUPAÇÃO MG

Direita ameaça processar colunista do Esquerda Diário

Recebemos com indignação a notícia de que uma das colunistas do Esquerda Diário e ex candidata a vereadora pelo PSOL em Contagem, Flavia Valle, recebeu em seu Whatsapp pessoal, no dia 23 de novembro, uma mensagem de um direitista, membro da organização de extrema direita Liga Democrática Liberal, com a ameaça de ser processada devido a artigo em que denuncia a prática de ataque às ocupações das escolas.

segunda-feira 28 de novembro| Edição do dia

O motivo da ameaça foi o artigo em que denuncia o parlamentar Marco Feliciano por chamar a desocupar a Escola Estadual Helena Guerra, primeira escola ocupada pelos estudantes na cidade. No mesmo artigo nossa colunista mostra como essa prática, apoiada por grupos de direita e extrema direita, é parte da disseminação do ódio e da violência contra os estudantes que lutam contra a PEC e a reforma no ensino médio pelo atual governo golpista.

Veja a seguir o print da ameaça:

O artigo que incomodou setores de direita mostra como a prática das organizações dessa linha ideológica é antidemocrática, desrespeita a organização dos estudantes e o grêmio como instrumento de luta. Assim como é um tipo de prática que recorre à violência como vem sendo denunciado por todo país pelas ameaças de desocupações de escolas nessa que é a maior luta estudantil das ultimas décadas, além das ações contra movimentos que lutam contra a desigualdade de racial e de gênero. Não por acaso, um seguidor de tal perspectiva política opinou nos comentários do Facebook sobre o mesmo artigo que ele mesmo não se importa de ser reconhecido como disseminador de ódio.

Ao sermos ameaçados judicialmente por um claro debate ideológico e político contra essa direita reacionária que tem em símbolos políticos que são ou acusados de tentativa de estupro como Marco Feliciano, ou defensores de torturadores da ditadura militar como Bolsonaro, ou que são treinados pelo Departamento de Estado dos EUA para fazer desde Curitiba uma seleção de quais corruptos prender ou proteger como Sérgio Moro, mostra que nossa linha editorial está bem afinada. E que por esse “crime” corremos o risco de mais uma vez tentarem rasgar o direito da liberdade de expressão, presente o artigo 5° da constituição. Aliás, “direitos” é o que essa direita não reconhece, já que recorreram a um golpe institucional para chegarem ao poder político no país.

Por fim, não podemos deixar de lastimar que o Esquerda Diário, que alcança quase um milhão de acessos mensais e que faz parte de uma rede internacional de diários escrito em 5 línguas e presente em 13 países, tenha sido referido como “folhetim” pelo direitista em sua ameaça jurídica. Como dizem os estudantes, “o choro é livre”, pois enquanto a grande mídia esconde a luta estudantil (ou quando mostra tenta criminalizá-la), nós colaboramos para espalhar as notícias das ocupações por todo país e também internacionalmente, ajudando a fortalecer a luta estudantil contra a PEC55, contra a reforma do ensino médio e contra o governo golpista de Temer, assumindo um claro posicionamento contra a direita e os golpistas e com completa independência do PT.




Tópicos relacionados

Contagem   /    #OCUPATUDO   /    Educação   /    Belo Horizonte   /    Política   /    Juventude

Comentários

Comentar