Política

ELEIÇÕES 2016

Dinheiro e negócios mandam nas eleições: quem mais arrecadou é quem lidera

Em 60% das cidades onde houve pesquisa eleitoral realizada pelo IBOPE quem lidera é quem arrecadou mais recursos.

domingo 30 de outubro| Edição do dia

Dados divulgados pelo TSE de arrecadação dos candidatos no segundo turno foram cruzados com as pesquisas do IBGE e produziram um resultado esperado para os empresários que financiam campanha: 60% das pesquisas são lideradas por aqueles que mais arrecadaram.

A diferença de arrecadação de Crivella e Freixo no Rio de Janeiro é das mais acentuadas no país, enquanto o pastor arrecadou somente no segundo turno R$ 7,2 milhões, o candidato do PSOL arrecadou 1,4 milhão. O pastor lidera a pesquisa e é o segundo colocado no ranking nacional de arrecadadores. A liderança cabe ao candidato de Ciro Gomes e do PT em Fortaleza, Roberto Cláudio do PDT com R$ 8,9 milhões. Seu concorrente, não ficou muito atrás Capitão Wagner apoiado por Tasso Jereissati do PSDB arrecadou mais de R$ 5 milhões.

Se no primeiro turno já vimos um fenômeno que foi a eleição de 23 milionários, como João Doria na capital paulista, este cenário é ainda maior no segundo turno onde muitas cidades terão disputas entre milionários e líderes de captação de recursos com empresários.

A reforma eleitoral implementada esse ano exacerbou essa característica da política nacional que é o favorecimento de milionários para administrarem o estado capitalista, em benefício próprio e de seus financiadores, bem como para melhor implementarem as medidas de ataque aos trabalhadores que os empresários desejam. O poder das igrejas e de milionários que auto-financiam suas campanhas aumentou.

Esse resultado alcançado pela elite nacional ainda não a satisfaz e deve aprovar nos próximos dias mais uma reforma política, esta mais drástica impondo clausula de barreira e voto distrital para garantir ainda maior controle do que as urnas podem expressar. Em um país cheio de mulheres, negros e pobres, as pesquisas mostram que os vencedores devem ser homens, brancos e milionários.




Tópicos relacionados

Eleições 2016   /    Política

Comentários

Comentar