Política

SAÍDA DE JEAN WYLLYS DO BRASIL

Diana Assunção: "Denunciamos as ameaças de morte a Jean Wyllys, é preciso nos organizar contra os ataques à esquerda"

O deputado federal Jean Wyllys anunciou que abrirá mão do mandato e sairá do país. Diana Assunção, dirigente nacional do MRT lamenta a saída do parlamentar e declara: "É preciso denunciar e responsabilizar o governo Bolsonaro e Witzel por esta situação. Chamamos a mais ampla mobilização contra todos os ataques à esquerda, aos movimentos sociais e por justiça a Marielle".

quinta-feira 24 de janeiro| Edição do dia

O deputado federal Jean Wyllys (PSOL), eleito pela terceira vez pelo Estado do Rio de Janeiro, anunciou hoje (24) que deixará o mandato e também sairá do Brasil. Em entrevista à Folha, o parlamentar afirmou que não voltará ao país sem previsão de retorno e passará à se dedicar à vida acadêmica. Juliano Medeiros, presidente nacional do PSOL, afirmou que David Miranda (PSOL-RJ) irá assumir a vaga de Jean Wyllys.

Diana Assunção, dirigente nacional do Movimento Revolucionário de Trabalhadores (MRT), comentou a saída de Jean Wyllys: "Viemos denunciando as gravíssimas ameaças de morte que o deputado Jean Wyllys veio sofrendo. Hoje ele anunciou sua saída do país. O Brasil do golpe institucional tem uma ferida aberta: quem mandou matar Marielle? Com esta ferida, e o avanço do bolsonarismo, a ameaça à deputados da esquerda é crescente. Marcelo Freixo sofreu tentativa de assassinato recente." O deputado afirmou que, após o assassinato de Marielle Franco (PSOL), as ameaças que recebia anteriormente tornaram-se um sinal de alerta para ele.

"É preciso denunciar e responsabilizar o governo Bolsonaro e Witzel por esta situação. Lamentamos a saída de Jean Wyllys, rechaçamos a nojenta campanha bolsonarista #VaiPraCubaJean e chamamos a mais ampla mobilização contra todos os ataques à esquerda, aos movimentos sociais e por justiça a Marielle. É fundamental que os deputados de esquerda coloquem seus mandatos a serviço de construir essa mobilização", declarou Diana Assunção.




Tópicos relacionados

Jean Wyllys    /    Jair Bolsonaro   /    PSOL   /    Política

Comentários

Comentar