Cultura

Dia de Gossip Girl é comemorado 5 anos após fim da série

Baseada na série literária da escritora Cecily von Ziegesar, Gossip Girl ou " Garota do blog" foi exibida entre 2007 e 2012 e ganhou um dia oficial no calendário de NY. Ainda hoje, fãs comemoram.

quinta-feira 26 de janeiro de 2017| Edição do dia

Após a 00h do dia de hoje já era possível ver no Twitter a tag "#GossipGirlDay", em homenagem à série que terminou há 5 anos atrás, exibindo seu 121º episódio.

Exibindo os dramas adolescentes e o dia-a-dia luxuoso de estudantes do ensino médio do Upper East Side, em Manhattan, NY, a série foi bastante premiada e arrebatou um enorme público em todo o mundo, quase 4 milhões nas estreias ao vivo das temporadas, sendo transmitida ao redor do globo e ganhando inclusive adaptações especiais em países como a China.

Na estréia de seu 100º episódio, declarando que a série se tornou uma "embaixadora de Nova York", o então prefeito Michael Bloomberg proclamou em cerimônia oficial o 26 de Janeiro como o Dia de Gossip Girl na cidade. Não a toa, a série vende muito bem o "sonho americano" que por décadas esteve no ideal de jovens no mundo inteiro, alimentado pela indústria cultural, e fez lucrar toda a elite norte-americana, até que a crise econômica fizesse a realidade começar a pesar mais que os sonhos impossíveis.

A identificação de tantos jovens com Gossip Girl vem principalmente dos dramas em comum vividos pelos personagens e pelos telespectadores, como o amor, o ciúme, as confusões, a insegurança, as fofocas de colégio, a disputa por atenção e popularidade em um mundo de "garotos solitários" e por aí vai...

O que certamente os 4 milhões de expectadores não puderam se identificar em nada assistindo à série é com toda a ostentação da elite de Manhattan, seus corpos perfeitos com suas roupas de grife, bolsas, sapatos, limousines e festas... quem não gostaria das viagens da Blair para esquecer o Chuck em Paris ou da Serena para cair na balada e esquecer de tudo no México? Infelizmente, esse mundo do Upper East Side é para uma ínfima minoria de jovens, à quase totalidade cabe apenas acompanhar mesmo pelo TV e trabalhar bastante para pagar a vida dos ricos como eles.

A maioria dos fãs que acompanharam a série "em tempo real", como eu, hoje já tem idade para perceber isso. Mas, desigualdades e ilusões de jovens "à parte", a série marcou uma geração e deixou saudades. Se você também sente, cola no Twitter e acompanha a tag pra rever algumas cenas!

You know we love you, Gossip Girl, xoxo.




Tópicos relacionados

Seriados TV   /    Cultura   /    Juventude

Comentários

Comentar