Mundo Operário

GREVE DOS CORREIOS

Dia D da greve dos Correios, principal resistência operária no país contra Bolsonaro

Em dia decisivo da greve nacional dos Correios, trabalhadores fazem forte manifestação de milhares em Brasília, em frente ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), onde está sendo julgado o dissídio coletivo da greve.

segunda-feira 21 de setembro| Edição do dia

A histórica greve dos Correios, que já supera 30 dias, está se enfrentando contra os duros ataques de Bolsonaro e Guedes, que estão retirando direitos e agora querem privatizar os Correios.

Desde a manhã desta segunda-feira (21), milhares de ecetistas de todo o país se reúnem em Brasília, numa forte manifestação que marca o julgamento do TST sobre o dissídio coletivo.

Natália Mantovan, trabalhadora dos Correios e do Esquerda Diário fala direto do ato nacional em Brasília

A greve ocorre em meio à uma difícil conjuntura nacional, onde o reacionário governo de Bolsonaro está em um verdadeiro pacto com o Congresso, o judiciário, os militares e diversos atores desse regime golpista, para atacar os trabalhadores, mas o dia D ficou marcado pela resistência dos trabalhadores.

Nesse mais de um mês de greve, os trabalhadores vem dando exemplo de luta contra a retirada de direitos e a ameaça de privatização por parte do governo de Bolsonaro, Mourão e Guedes. Agora, são centenas de milhares de trabalhadores que terão seu futuro decidido pela mesma Justiça que decretou na semana passada que os motoristas de Uber são usuários e não trabalhadores, demonstrando não estar na defesa dos direitos trabalhistas.

Marcelo Pablito, candidato da Bancada Revolucionária de Trabalhadores à vereador de São Paulo declarou ao Esquerda Diário que “as centrais sindicais, a começar pela CUT e CTB, deveriam romper imediatamente a trégua que estão com Bolsonaro e organizar uma solidariedade e apoio ativo à greve dos Correios. É uma greve dura, mas que pode ser um ponto de apoio fundamental para enfrentar o conjunto dos ataques do governo, como a reforma administrativa”.

Nós do Esquerda Diário estamos cobrindo a greve desde o primeiro momento, presencialmente nas marchas e manifestações, nos centros de distribuições e nos centros das cidades. Chamamos todos os nossos leitores a apoiar essa greve.




Tópicos relacionados

Greve dos correios   /    Correios   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar