Negr@s

MARIELLE FRANCO

Dia 14 de Março se torna o dia oficial Marielle Franco no Rio

É criado no Rio o Dia Marielle Franco - ‘’dia de luta contra o genocídio da mulher negra’’. A medida, que saiu no Diário Oficial desta quarta, vem depois de mais de 120 dias sem resposta sobre os assassinatos.

quinta-feira 19 de julho| Edição do dia

É criado no Rio o Dia Marielle Franco - ‘’dia de luta contra o genocídio da mulher negra’’. A Lei 8.054/18 propõe o 14 de março (dia em que Marielle e Anderson foram assassinados) como um dia em que as instituições públicas e privadas deverão discutir sobre o assassinato de mulheres negras no Brasil. A medida, que saiu no Diário Oficial desta quarta, vem depois de mais de 120 dias sem resposta sobre os assassinatos.

A determinação de incluir o Dia Marielle Franco no Calendário Oficial do Rio é importante para denunciar esse caso absurdo e manter viva a exigência de uma investigação independente sobre os assassinatos, os quais muitos indícios apontam terem sido cometidos por policiais. leia mais

O Dia deve servir como um dia de luta contra a violência do Estado sobre a mulher principalmente no estado do Rio que passa por uma Intervenção Federal, que foi uma continuidade do golpe institucional de 2016 e só serviu para aumentar os números de chacinas contra o povo pobre, sobretudo as mulheres negras e como medida autoritária de um governo extremamente antipopular (com 82% de reprovação) para se manter no poder.

No Brasil, jovens negras com idade entre 15 e 29 anos têm o dobro de chances de serem mortas do que as brancas na mesma faixa etária, segundo o Índice de Vulnerabilidade Juvenil à Violência de 2017, desenvolvido pela Secretaria Nacional de Juventude (SNJ) em parceria com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP). Muitas vezes essas mortes são decorrentes de abortos clandestinos.

Portanto, é urgente que medidas como essa venham ligadas a fortes campanhas pela legalização do aborto pois, enquanto o aborto não for legal, seguro e gratuito sua clandestinidade será um fator determinante que contribui para o genocídio das mulheres negras.




Tópicos relacionados

Marielle Franco   /    Intervenção Federal   /    MPF   /    Violência Policial   /    Rio de Janeiro   /    Negr@s

Comentários

Comentar