Negr@s

JUVENTUDE ANTICAPITALISTA

Dia 02: Toda juventude negra tem que estar neste lançamento!

Jenifer Tristan

ABC Paulista

terça-feira 22 de março de 2016| Edição do dia

Há semanas, o grande debate em todos os lugares é sobre a situação do país, impeachment? Defender o PT do golpe? Quem vai retirar mais os nossos direitos? O Governo ajustador? A direita? Política do menos pior? Mas o que a Juventude negra tem a ver com isso?

Hoje no país a mídia e os partidos burgueses tentam nos fazer acreditar que PT e Direita (PSDB, PMDB) são as únicas alternativas que temos para dar uma resposta à crise econômica e política do país, o problema é que para os negros essas nunca foram alternativas.

As escolas nas periferias são super precárias, desfalcadas de professores, e agora até a merenda foi roubada por Alckimim. O PT, com o lema de “Pátria Educadora”, ao mesmo tempo cortou mais de 13 bilhões da educação. O discurso demagógico segundo o qual o Partido dos Trabalhadores criou mais empregos é uma farsa, pois na verdade aumentou a terceirização e, consequentemente, a precarização do trabalho, que neste caso é ocupado por negros com uma miséria de salário que não garante transformação de vida! Nós não nos enganamos: R$1.100 não nos torna classe média, essa para a qual esses dois partidos governam.

Governo e direita querem cada vez mais retirar os nossos direitos e nos encarcerar. A polícia de Alckmin, a que mais mata no mundo, tem sua mira apontada para os negrxs e principalmente para a juventude negra. Seu partido quer reduzir a maioridade penal, ou seja, encarcerar a juventude! Por outro lado, o PT quer aumentar as penas, ou seja, deixar o indivíduo mais tempo dentro dos presídios, que, além de superlotados, contam com 54% de presos sem julgamento. Enquanto isso, a cada 2 horas um jovem pobre e negro morre no Brasil.

A juventude, que é cotidianamente oprimida e atacada com a retirada de diretos, também é brutalmente reprimida sempre que busca se expressar, pela via do Rap, Hip-hop e pichações. A juventude negra é mira da polícia! O Governo nos retira tudo, e a polícia está lá para garantir nosso silêncio, na maioria das vezes, calando-nos para sempre.

Mas a juventude negra tá na luta!

Em junho de 2013, vimos em grande parte a juventude negra na rua. Pela via do transporte, ela passou a questionar sua condição de vida, saiu à rua disposta a se enfrentar com o Governo e sua polícia que massacra cotidianamente nossas vidas. No fim de 2015, ocupou as escolas em SP reivindicando melhoria do ensino, pois sabe que a educação é a parte fundamental para construir o futuro.

E, agora, os secundas do Rio pegaram o embalo e dão um grande BASTA à situação da educação e sua precarização. Ou seja, essa juventude negra, em especial as meninas, que tanto no Rio como em SP, estiveram bem à frente das ocupações, tem dado mostras de que não vai ficar quieta. Vamos resistir e viemos aqui para lutar!

A burguesia, através do sistema capitalista, quer nos reprimir e calar justamente para eliminar o nosso potencial de luta já expresso nos últimos anos. A classe média da Lava Jato de Mouro diz nas ruas, com cartazes e faixas, que os negrxs devem estar no seu lugar, o que expressa o racismo mascarado dessa elite escravocrata. Os políticos e a burguesia com todas as suas diferenças têm um acordo em comum: Querem Roubar o nosso Futuro! Arrancar o nosso direito de existir! Mas o nosso lugar é na luta e na transformação da sociedade, ao contrário do que os racistas querem.

Liberdade para a juventude negra arrancar o futuro!

A juventude, por sua falta de experiência e por não carregar o peso de derrotas passadas, tem em si, uma sensibilidade e um anseio de transformação que o capitalismo tenta cotidianamente roubar. Um anseio pelo novo!
Essa juventude não foi para a rua no dia 13, mas também não foi no dia 18, pois não tem confiança em nenhuma dessas alternativas, uma vez que sempre viu seus direitos sendo arrancados. Agora ela assiste criticamente o que acontece no país e sabe que nenhum desses lados é o seu.

E, para derrotar essa falsa dicotomia entre os partidos, garantindo que as frações da burguesia parem de governar segundo seus interesses, é necessário construir uma forte juventude que, em aliança com os trabalhadores, seja a Faísca para colocar abaixo as regalias dos políticos, que nos roubam dinheiro, direitos e a vida! Essa aliança é a mais revolucionária e a única capaz de construir uma nova sociedade, livre de miséria e opressão! Que nos dê direito à arte e a uma vida plena de sentidos.

Junte-se a nós e venha construir essa juventude que luta de forma independente contra o racismo e as opressões e arranque nosso futuro das mãos da burguesia!




Tópicos relacionados

Racismo   /    Negr@s   /    Juventude

Comentários

Comentar