Internacional

MEXICO

Dez mil professores em Michoacán saem em marcha contra a reforma educacional

Desde a manhã dessa sexta-feira (26), milhares de professores, acompanhados por pais de famílias e organizações sociais, se concentraram nos cinco pontos desde onde partiu a mobilização.

sexta-feira 26 de agosto| Edição do dia

No dia de hoje (26), professores da seção XVIII da CNTE (Coordenação Nacional dos Trabalhadores da Educação), acompanhados por pais de famílias e organizações sociais, se concentraram em distintos pontos da cidade de Morelia, Michoacán, para fazer uma nova marcha onde milhares de professores saíram às ruas em repúdio à imposição da famigerada Reforma Educativa.

A direção da seção XVIII anunciou que nas mobilizações estariam presentes professores das 22 regiões, como Lázaro Cárdenas, Apatzigan, Uruapan, Paracho, Tacámbaro, la Ciénaga, Queréndaro, Maravatío, entre outras, assim como os professores da zona indígena.

Milhares de professores da CNTE marcharam desde cinco diferentes acessos da cidade rumo ao palácio do Governo para rechaçar a reforma educacional, a libertação dos presos políticos e a readmissão dos professores demitidos.




Tópicos relacionados

Repressão a professores México   /    México   /    Professores   /    Internacional

Comentários

Comentar