×

Aldeia Marakanã | Derrotar a motociata bolsonarista que quer intimidar a aldeia Marakanà com nossa mobilização

sexta-feira 5 de agosto | Edição do dia

Uma motociata foi convocada pelo bolsonarista Rodrigo Amorim (Dep. Estadual do RJ pelo PTB) para sábado, tendo presença confirmada do reacionário Daniel Silveira. O ato eleitoral de Bolsonaro sairá do Alto da Boa Vista no Rio de Janeiro com destino a Maracanã, como uma das tentativas de atacar a Aldeia Marakanã.

Esse Rodrigo Amorim é aquele que anteriormente já esteve na aldeia com 6 seguranças intimidando e fazendo ronda e chamando a aldeia de “lixo urbano” (2019, Metrópole). Claramente trata-se de uma bravata da extrema-direita destilando todo seu ódio e preconceito aos indígenas, lembrando sempre dos interesses da especulação imobiliária (setor burguês esse que tradicionalmente é politicamente representado por setores da direita como Alckmin, etc) nesses ataques.

Aldeia Marakanà convocou um ato em resposta a essa nítida intimidação que Rodrigo Amorim quer dar no sábado. A cantora Kaê Guajajara denuncia a situação no Instagram:

Nós, da Faísca Revolucionária e Esquerda Diário, nos somamos ao chamado ao ato, assim como achamos que todo movimento estudantil da UERJ ao lado da Aldeia, em conjunto com outras universidades e sindicatos, podem cumprir papel importante se somando ativamente nessa luta. Convocamos sobretudo o DCE da UERJ, ao lado da Aldeia, dirigido pelo PT, PCdoB e Lavante Popular, a colocar a base de seus cursos ao lado dos indígenas nesta e em outras lutas. As entidades estudantis, de maneira independente, e confiando nas nossas próprias forças, tem potencial de construir importantes dias de mobilização como esse, como forma de dar continuidade a esse enfrentamento. Se apoiando na luta indigena e de todos os oprimidos para na luta de classes derrotar a extrema direita, a direita e revogar todos os ataques e reformas.

Confira o chamado para o ato:




Comentários

Deixar Comentário


Destacados del día

Últimas noticias