Política

CASTA POLÍTICA

Deputados protegem previdência deles mas querem acabar com a nossa

A proposta de Emenda nº 24 à Reforma da Previdência, do deputado federal Carlos Eduardo Cadoca (PDT-CE), prevê que parlamentares cujo mandato está em curso podem se aposentar com apenas 54 anos e um único mandato de contribuição.

quinta-feira 16 de março| Edição do dia

Enquanto o governo tenta garantir que boa parte da classe trabalhadora brasileira trabalhe até morrer, exigindo o mínimo de 65 anos de vida e 49 de contribuição para se aposentar, uma emenda à Reforma da Previdência permite aos parlamentares que atualmente cumprem mandato se aposentarem aos 54 anos.

O critério é que os políticos já contribuam com o Plano de Seguridade Social dos Congressitas, no qual a reforma prevê alterações. Atualmente, os parlamentares que contribuem ao fundo por no mínimo 35 anos têm direito a uma aposentadoria integral de nada menos que R$33,7 mil mensais, pelo resto da vida! Em caso de morte, quem recebe o dinheiro são seus dependentes.

Enquanto isso, milhões de trabalhadoras e trabalhadores se aposentam com apenas um salário mínimo, e passam dificuldades para sobreviver. A "regra de transição" especial para os políticos privilegiados é válida a deputados e senadores, e soa quase como um prêmio aos que conseguirem garantir esse brutal ataque à classe trabalhadora.




Tópicos relacionados

Reforma da Previdência   /    Câmara dos Deputados   /    Política

Comentários

Comentar