Mundo Operário

LATAM

Após demitir em massa, Latam estuda usar subsidiária para contratar com salários menores

Após demitir cerca de 5 mil trabalhadores e se aproveitar da MP 936 de Bolsonaro para reduzir salários e direitos, a Latam estuda usar uma subsidiária de cargas para demitir e recontratar tripulantes pagando menos.

sexta-feira 16 de outubro| Edição do dia

(Imagem:Ivan Alvarado/Reuters)

A gigante aérea Latam, holding de capital chileno e brasileiro considerada a maior companhia aérea do segmento no Brasil, está em processo de recuperação judicial nos EUA e na América Latina vem avançando com um processo de demissões em massa e precarização do trabalho. Isso mesmo tendo declarado ao final do ano passado que teve um recorde em lucros.

Um passo maior desse processo de precarização do trabalho pode acontecer neste mês, com uma tentativa da empresa de chantagear para reduzir salários, após ter demitido aproximadamente 5 mil trabalhadores desde o início da pandemia. A companhia aérea está em processo de negociação com o sindicato e, de maneira chantagista, está ao mesmo tempo estudando usar uma de suas empresas subsidiárias para uma nova leva de demissões em massa no setor e uma recontratação com salários menores e condições mais precárias.

Com esta manobra a empresa pretende prensar ainda mais os trabalhadores contra a parede e rebaixar suas condições de vida. Se apoiando na MP 936 de Bolsonaro, que já veio utilizando, e querendo impor uma medida permanente de rebaixamento de salários e direitos.

Com informações do Blog “Capital” do Globo.

Pode te interessar:

LATAM ataca para terceirizar e precarizar a vida dos trabalhadores.

Abaixo as demissões na Latam!




Tópicos relacionados

LATAM   /    Abaixo as demissões na Latam!   /    Crise capitalista   /    Que os capitalistas paguem pela crise!   /    Demissões   /    Mundo Operário

Comentários

Comentar