Juventude

OCUPAÇÃO CAMPINAS

Depois de ampla assembleia, EE. Ruy Rodrigues é reocupada em Campinas

Na manhã desta segunda, dia 07 de novembro, os estudantes da EE. Ruy Rodrigues, localizada na região do campo grande, realizam assembleia massiva dentro da escola e decidem amplamente pela reocupação da escola hoje mais cedo.

segunda-feira 7 de novembro| Edição do dia

A decisão dos estudantes e a sua organização no cenário em que vemos diversas escolas, inclusive o próprio Ruy, sofrendo reintegrações completamente arbitrárias, sem a necessidade de mandado, em um momento que no país estamos vendo juízes permitirem uso de técnicas de tortura para desocupar as instituições de ensino. O avanço na organização dos secundaristas no local de estudo, que construíram uma ampla assembléia em que o conjunto dos alunos votassem pela reocupação do colégio, dá para esse movimento de resposta à PEC 241 e Medida Provisória do Ensino Médio uma legitimidade muito importante. Esse avanço se faz extremamente necessário e serve de exemplo para a organização nas diversas escolas. Mostra a garra em se organizar para responder aos ataques que vêm sendo colocados por esse governo golpista.

O exemplo que os secundaristas deram no Ruy hoje é essencial para podermos seguir avançando na construção de um forte movimento nas escolas da cidade, inclusive podendo avançar para a elaboração de um organismo de coordenação das escolas, que se daria através da construção de um comando de mobilização das escolas com delegados eleitos nas assembleias das escolas. Um comando que ajude a organizar as lutas em conjunto na cidade.

O receio do avanço desses estudantes e da organização de sua luta coordenada, para Alckmin, que já fora derrotado pelos estudantes secundaristas no final do ano passado, é grande. Por isso, segue reintegrando as escolas de forma completamente absurda, sem mandato e sequer a presença do conselho tutelar em algumas escolas. Nesse contexto de dura repressão contra o movimento de ocupações, que inclusive impediu a reocupação do Centro Paulo Souza em São Paulo, a polícia já ameaçou desocupar o Ruy Rodrigues ainda nessa tarde, sob ameaça de que levaria todos os estudantes detidos. Evidencia, mais uma vez, a linha ditatorial que vem seguindo o governo em relação à organização dos estudantes no estado. Não podemos permitir esse tipo de ação violenta e intimidatória contra os lutadores.

Todo apoio aos estudantes em luta!! Basta de repressão!! É preciso cercar completamente de solidariedade essa escola e seus lutadores, e é dever de todos aqueles que lutam pela educação cercar de solidariedade e de apoio ativo esses estudantes. Todos que puderem ir agora até a ocupação é de extrema importância nesse momento. Força aos estudantes!!




Tópicos relacionados

Ocupação Escola   /    São Paulo   /    Violência Policial   /    Campinas   /    Juventude

Comentários

Comentar