Juventude

#OCUPA TUDO

Depoimento: Colégio ocupado Caic/Reverendo está há três dias sem água e luz

O colégio fica na Providência, próximo à SEEDUC. O prédio na verdade abriga dois colégios, o CAIC Tiradentes e o Reverendo Hugo, e uma das principais reivindicações do #ocupa Caic/Reverendo são prédios próprios com infraestrutura própria para ambos colégios.

sexta-feira 20 de maio de 2016| Edição do dia

A proximidade permitiu que os estudantes fizessem manifestação na Secretaria de Educação do Estado duas vezes já, reivindicando melhorias na educação. Veja a primeira manifestação aqui.Após a última manifestação, que ocorreu nesta terça, acabou a água e a luz no colégio. Os estudantes entendem que é proposital, já que as a SEEDUC está desde o início das ocupações, tratando as reinvindicações justas por melhorias na educação, com repressão ao movimento como foi quando suspenderam o RioCard, e até violência física através do ‘movimento desocupa’,apressando os estudantes para aceitarem algumas concessões mínimas que em nenhum momento estão garantidas em nenhum decreto do governo.

Vitória Barros, estudante do Caic Tiradentes declarou que: “O meu colégio Caic/Reverendo, fez um ato principalmente contra a precarização do ensino público, mas também pedindo um colégio próprio com uma única direção. O colégio Caic Tiradentes foi deslocado do caju, pois onde ele estava, iria se tornar uma UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). Foi colocado em outras unidades escolares tendo que dividir o espaço, com outra direção.

Hoje ele está dividindo espaço com o colégio Reverendo Hugo. Isso demonstra o quanto o estado não se preocupa com a educação. O quanto eles estão mais preocupados em "pacificar" a comunidade do que dar a ela educação. Hoje o colégio Caic/Reverendo segue ocupado. No dia 17/05 (terça-feira) os alunos das duas direções foram as ruas protestar por um colégio com uma única direção e prédio próprio. Fomos reivindicar um prédio para o Caic Tiradentes e um colégio para o Reverendo Hugo. Nosso propósito era ir até a SEEDUC (Secretaria de educação) e reivindicar a marcação de uma data para negociação das nossas reivindicações. Fomos pedir para ser atendidos.

Mas chegando lá demos de cara com as portas fechadas. Fechamos a rua de frente da SEEDUC, e só liberaríamos quando alguém viesse falar conosco. Um PM conseguiu entrar na SEEDUC e pedir que alguém falasse conosco, pois precisavam abrir a rua. Ao sair ele disse que como o secretário tinha sido exonerado não havia ninguém que pudesse nos atender. NINGUÉM. Não havia ninguém que pudesse atender os estudantes que estavam simplesmente reivindicando seus direitos. Mesmo assim resistimos. Continuamos na porta da SEEDUC até que alguém nos atendesse. E de repente, saiu a subsecretária para falar conosco. Ela nos ouviu e assinou um termo que dizia que eles iriam marcar uma reunião para negociar as pautas.

Foi cortado a luz e a água da escola. Essa semana o Caic/Reverendo fez um mês de ocupação. E logo após de termos feito um grande ato, no qual foram fechadas todas as 3 vias da Binário, uma principal via do rio. Entendemos que foi proposital.”




Tópicos relacionados

#OCUPATUDO   /    Estudantes Rio de Janeiro   /    Rio de Janeiro   /    Juventude

Comentários

Comentar