ESCOLAS DE SP

Denúncia: Escola Estaduais de SP estão sem água e sem serviço de limpeza

O Esquerda Diário recebeu uma denúncia de um professor da Rede Pública Estadual de São Paulo que escancara que enquanto o Secretário de Educação, Rossieli Soares da Silva, está em Dubai- Emirados Árabes para um evento, escolas em São Paulo encontram-se em situações absurdamente precárias, muitas sem água e serviço de limpeza que deveria ser garantido.

sexta-feira 29 de março| Edição do dia

Professores e alunos se revezam lavando banheiros e salas de aula, desde 11 de março quando a empresa Teg Serviços faliu deixando 21 escolas sem limpeza.

A empresa fechou deixando os funcionários de limpeza sem os seus salários e direitos, além das escolas sem os seus serviços.

Até agora ninguém se responsabilizou pelo que aconteceu com e ninguém sabe quando outra empresa vai substituir a terceirizada.

O problema não tem acontecido somente na zona Norte, na zona Sul e Leste também existem problemas com o serviço das empresas terceirizadas, quando não deixam de prestar os seus serviços sem o menor aviso.

Muitos funcionários das empresas reclamam que as empresas responsáveis pela limpeza e da cozinha tem atrasado o pagamento, vale alimentação e vale transporte.

Sem o dinheiro do vale transporte, os funcionários deixam de comparecer ao serviço, por falta de dinheiro para o ônibus.

Os sindicatos parecem desconhecer o problema e até agora não se posicionaram a respeito.

O problema pode vir a piorar, pois o Estado tem interesse em terceirizar todos os serviços.

Os professores já sofrem com a defasagem salarial, agora tem que prestar serviços que a principio não tem nada haver com a educação.




Tópicos relacionados

Escolas   /    precarização   /    João Doria   /    São Paulo

Comentários

Comentar