Política

RIO DE JANEIRO

Delação acusa Rodrigo Amorim, pré-candidato do PSL-RJ e depredador da placa de Marielle

Os candidatos a prefeito e vice do PSL no Rio de Janeiro, Rodrigo Amorim e Alexandre Knoploch, foram citados na delação premiada do ex-secretário de saúde de Witzel, Edmar Santos. Amorim é o deputado que destruiu uma placa em homenagem a Marielle Franco.

segunda-feira 31 de agosto| Edição do dia

Foto: YouTube Rodrigo Amorim

A denúncia que na última sexta-feira culminou no afastamento de Wilson Witzel de seu cargo de governador do RJ por 6 meses pelo Superior Tribunal de Justiça contém duas citações importantes: os candidatos a prefeito e vice-prefeito da capital fluminense pelo PSL. A denúncia feita pelo Ministério Público Federal é fruto da delação premiada do ex-secretário de saúde do Estado, Edmar Santos, que alega que em um encontro com o ex-reitor da Unig, José Carlos, ambos os deputados apareceram inesperadamente.

Edmar afirma que os pré-candidatos não cometeram nenhum crime na ocasião, mas que, em um almoço “para aliviar tensões”, marcado entre ele, José e o secretário de Ciência e Tecnologia, Leonardo Rodrigues, os membros do PSL apareceram de surpresa e se mostraram alinhados com José Carlos. A denúncia do MPF diz "Que após 20 minutos de conversa, chegam dois deputados estaduais: Rodrigo Amorim e Alexandre Knoploch; que o colaborador não sabia que os mesmos iriam participar; que Rodrigo Amorim e Leonardo eram muito próximos; que o colaborador percebeu que os dois deputados demonstravam conhecer José Carlos há bastante tempo".

Leia também: Por que a corrupção do governo Witzel não pode ser resolvida pelo autoritarismo do judiciário?

Rodrigo Amorim, cabeça de chapa do PSL para a pré-candidatura à prefeitura do Rio de Janeiro, é o repugnante bolsonarista que, em outubro de 2018, quebrou a placa em homenagem à vereadora do PSOL politicamente assassinada em março daquele ano, Marielle Franco. Em fevereiro de 2019, às vésperas de se completar um ano do assassinato, ele emoldurou o fragmento da placa e colocou na parede de seu gabinete na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.




Tópicos relacionados

Wilson Witzel   /    PSL   /    Marielle Franco   /    Rio de Janeiro   /    Política

Comentários

Comentar